'Temos que saber trabalhar nessa condição', diz Fábio Mahseredjian sobre sequência de jogos

'Temos que saber trabalhar nessa condição', diz Fábio Mahseredjian sobre sequência de jogos

Por Meu Timão

Fábio Mahseredjian em entrevista coletiva nesta quinta-feira

Fábio Mahseredjian em entrevista coletiva nesta quinta-feira

Foto: Meu Timão

Em coletiva de imprensa no CT Dr. Joaquim Grava, o preparador físico do Corinthians, Fábio Mahseredjian, falou sobre o papel da preparação e a importância do diagnóstico correto de cada jogador para evitar lesões nessa sequência de jogos que o Timão enfrentará a partir de domingo.

"O objetivo nessa sequência de jogos é fazer o diagnóstico do atleta e tentar intervir na recuperação desse atleta, ou seja, fazer com que ele se recupere o mais rápido possível. São 72h para o atleta estar 100% recuperado, nós não vamos ter isso, nós temos um grupo de 28 atletas inscritos no Paulista pra serem utizilados. Nós vamos mostrar quem não está recupedado para o Tite", disse Mahseredjian.

Com a limitação de atletas inscritos no Campeonato Paulista, o time encontra dificuldades para poupar jogadores até mesmo com o rodízio já utilizado pelo técnico Tite.

"Limita bastante, nós conversamos com a direção, que conversou com a FPF. Os clubes grandes que estão em mais de uma competição, fica complicado, o importante seria ter 30 atletas de linha, mas essa é a condição atual e nós temos que saber trabalhar nessa condição. Jogamos domingo, vamos tentar diagnosticar quem está recuperado, terça-feira jogamos, mesma avaliação pra saber quem joga na quinta. De quinta pra domingo não tem tanta dificuldade assim", afirmou.

Mostrando-se otimista, o preparador físico relembrou as melhorias já alcançadas desde 2003, quando o planejamento de cada campeonato começou a ser passado logo no início da temporada, facilitando a preparação de cada clube.

"Não desanima, porque eu tenho um olhar mais otimista, a melhora da pré-temporada eu já achei de grande valia. Até anos atrás você tinha 15 dias de férias, hoje você tem um mês. Esse é um caso pontual que a gente vai ter que tentar resolver pro ano que vem. Isso só está acontecendo com o Coritnhians, porque disputou a pré-Libertadores", constatou.

Reconhecendo a condição atual do time, ressaltou que para estar 100% recuperado, o atleta deveria ter, no mínimo, 72h entre uma partida e outra. Entretanto, o cenário não é esse e, por isso, o trabalho será focado em tentar minimizar os efeitos de um jogo ao outro.

"Esse é o cenário que nós temos e vamos trabalhar pra tentar ganhar essa sequência de jogos, sem perder jogador por lesão", finalizou.

Veja Mais:

  • Arena Corinthians tem promessa de bom público no domingo

    Corinthians vende mais de 27 mil ingressos contra o Botafogo; bilheterias abrem nesta quinta

    ver detalhes
  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca de tradutor para Carille em entrevista coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes