Edu Dracena poupa Yago, mas diz: 'Parece que perdemos o jogo'

Edu Dracena poupa Yago, mas diz: 'Parece que perdemos o jogo'

Por Meu Timão

Apesar de marcar gol, Yago falhou em outros dois da Penapolense; mas foi isentado por Dracena

Apesar de marcar gol, Yago falhou em outros dois da Penapolense; mas foi isentado por Dracena

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Enquanto alguns jogadores e o próprio técnico Tite exaltaram a postura da equipe corinthiana, mesmo com os três gols sofridos, o zagueiro Edu Dracena teve um postura diferente. Para ele, a sensação após a partida foi de derrota.

"O Tite não foi o único que ficou chateado (com os gols sofridos). Nós também ficamos. Parecia que perdemos o jogo. Até os 75 minutos, o Corinthians se manteve muito concentrado, mas infelizmente abaixamos a guarda nesses 15, 20 minutos finais e levamos os três gols. Nós não podemos aceitar isso. Temos que levar como lição pra não acontecer novamente", declarou, após a partida.

O zagueiro tentou explicar quais foram os erros do Corinthians nos minutos finais. "Deixamos de pressionar na frente, deixamos de tocar a bola. Isso fez com que a equipe adversária crescesse, eles foram pro ataque. Acho que jogando no Corinthians não é normal tomar três gols", disse.

Apesar da insatisfação, o zagueiro demonstrou o espírito de grupo do elenco. Os dois primeiros gols do adversário aconteceram por causa de falhas do jovem Yago, seu companheiro de zaga.

"Foi o Corinthians que tomou os gols, não foi um nem outro. Não é culpa de ninguém, todos nós fazemos parte de um grupo. Não tem que sacrificar ninguém. A culpa é do grupo, que é talentoso, mas errou", declarou.

Veja Mais:

  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes
  • Sheik beijou escudo do Corinthians ao ser apresentado

    Sheik faz juras de amor ao Corinthians e relembra jogo na Arena pela Ponte: 'Foi estranho'

    ver detalhes
  • Sheik recebeu camisa das mãos do gerente de futebol Alessandro Nunes

    Acostumado a jogar com camisa 11, Sheik revela ideia 'irada' sobre novo número

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes