Depredação na Arena Corinthians é relatada em súmula

Depredação na Arena Corinthians é relatada em súmula

Não é a primeira vez que cadeiras são quebradas no Setor Sul da Arena Corinthians

Não é a primeira vez que cadeiras são quebradas no Setor Sul da Arena Corinthians

Foto: Reprodução Marco Antonio Carvalho / Facebook

O setor visitante da Arena Corinthians sofreu depredação em mais um clássico nesse domingo. Após o jogo contra o Santos, dezenas de cadeiras foram encontradas destruídas no setor destinado aos torcedores santistas.

O árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo relatou o ocorrido na súmula da partida entre Corinthians e Santos.

“Durante o segundo tempo, fomos informados pelo tenente Depiere que a torcida do Santos F. C. danificou 40 cadeiras e o banheiro destinado à sua torcida. E ainda não sabiam dizer quantas cadeiras foram quebradas no setor em que os torcedores santistas estavam”, escreveu o árbitro.

No mesmo local, de observações eventuais da partida, o árbitro relatou que "foram arremessadas bexigas brancas no campo de jogo, não interferindo no andamento da partida". Os objetos caíram no gramado, no segundo tempo, vindos da torcida do Corinthians na arquibancada Norte.

Essa não é a primeira vez que os torcedores rivais quebram cadeiras e depredam o banheiro do setor de visitante. Nas outras ocasiões, o Corinthians arcou com o prejuízo.

Veja Mais:

  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes
  • Leandro Damião pode trocar Flamengo pelo Corinthians em 2017

    Corinthians inicia conversas por centroavante do Flamengo, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes