Dependendo de decisão da Conmebol, Guerrero poderá jogar duelo das oitavas

Dependendo de decisão da Conmebol, Guerrero poderá jogar duelo das oitavas

Por Meu Timão

Por enquanto, Guerrero treinará só na academia

Por enquanto, Guerrero treinará só na academia

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Encerrada a fase de grupos da Libertadores, o Corinthians teve seu adversário definido, e ele será o Guaraní, do Paraguai. Os dois times nunca se enfrentaram na história e o técnico Tite, em coletiva de imprensa no Morumbi, após a última partida, afirmou ter visto apenas um jogo do adversário nesta temporada.

Mesmo decidido, o próximo confronto ainda não tem data confirmada. Os dias possíveis são: 29 de abril ou 6 de maio. Considerando a segunda data, o Timão teria duas semanas de intervalo entre as partidas. Nessa questão, entra o retorno do atacante Paolo Guerrero.

Liberado para treinos nesta quarta-feira, Guerrero, afastado dos campos desde o dia 11 de abril, ainda não possui data certa para retornar à equipe após a recuperação de uma dengue. Se a partida for marcada somente em maio, as chances de que o atacante possa estar de volta são maiores. Por isso, o Corinthians torce para que a Conmebol escolha a data mais distante possível para a realização da primeira partida das oitavas de final. O ponto positivo é que o Timão decidiria em casa o confronto.

"Ele começa (treinar) quinta, mas só na academia. Nos dois primeiros dias não pode se expor (ir a campo). Vai depender da evolução dele. Não vamos pagar uma vitória com a saúde de ninguém. Esse preço não se paga. Paga ser o melhor no trabalho, mas não com saúde", ressaltou Tite.

Caso o atleta não seja liberado, o treinador, que já não teria Sheik e Mendoza, expulsos na última partida, pode contar com as seguintes opções: Vagner Love, Malcom, Luciano, Gustavo Tocantins e Romero. Até mesmo Danilo poderia ser aproveitado nessa posição, como já foi feito ultimamente.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes