Reveja a lista de ex-jogadores 'corinthianos' presos destacados pela mídia

Reveja a lista de ex-jogadores 'corinthianos' presos destacados pela mídia

Por Meu Timão

Você se lembra de algum desses 'corinthianos'?

Você se lembra de algum desses 'corinthianos'?

É certo que muitos jogadores se envolvem em confusões durante ou após o fim de suas carreiras em campo. Fato é, porém, que quando esse jogador teve alguma passagem - mesmo que pífia - pelo Parque São Jorge, os episódios viram destaque.

Mesmo aqueles marcados pela carreira em outros clubes, ou com poucos jogos pelo Timão, viram manchetes clássicas "Ex-jogador do Corinthians é preso" - em uma busca desesperada pela audiência. O caso mais recente é de Piá - o jogador esteve no Timão em 2004, entrou em campo pouquíssimas vezes e deixou a equipe no mesmo ano.

Sem nunca ter se firmado no futebol, o ex-atleta seguiu a vida do crime. Mas quando foi preso, apesar de ter jogado em 22 clubes diferentes, sua breve passagem pelo Corinthians foi destacada.

E ele não foi o primeiro, o Meu Timão preparou uma lista de "corinthianos" - muitos deles pouco lembrados pela torcida - que foram ligados ao clube por manchetes após se envolverem em polêmicas. Confira a lista

Piá

O ex-jogador, que teve duas passagens pelo Santos, mal entrou em campo pelo Corinthians. Piá também passou três vezes pela Ponte Preta, em Campinas, onde ficou por 3 anos. O meia é reincidente no crime, e se envolveu pela terceira vez com roubos no interior de São Paulo - e, claro, em todas as ocasiões, sua passagem pelo Timão foi explorada pelos jornais.

Fabinho Fontes

O jogador, ex-promessa da base do Corinthians em 1995, nunca se firmou como profissional. Embora revelado no Parque São Jorge, sua carreira nunca foi adiante. Sua ligação com o clube continuou apenas com a equipe de masters, que é organizada de forma independente por ex-jogadores. Em 2012, foi preso por acusação de estupro e virou manchete.

Herrera

O goleiro chileno, foi pego em uma blitz por dirigir embriagado e condenado à 150 dias de prisão. Ele é reincidente em crimes de trânsito em seu país, com acusações em 2009 e 2012 o jogador, todas bem depois de sua passagem pelo Timão. No Corinthians em 2006, a permanência do goleiro foi breve: ele só esteve em campo em nove oportunidades.

Carlos Roberto

Ex-lateral, Carlos Roberto Cunha esteve no Corinthians em 1995, sendo transferido no ano seguinte para a Portuguesa. Embora tenha participado das conquistas da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista daquele ano, ficou pouco marcado na história do clube. Até ser lembrado pelos jornais em 2006, sob acusação de comandar um esquema de tráfico de drogas na região de Campinas.

Daniel Passarella

O técnico argentino teve passagem curtíssima na equipe do Corinthians, durante a era MSI. O treinador ficou apenas um mês no comando do clube - de abril à maio de 2005. Isso, porém, não foi suficiente para evitar a manchete quando ele foi acusado de participar de esquema para venda de ingressos no River Plate.

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes