Reveja a lista de ex-jogadores 'corinthianos' presos destacados pela mídia

Reveja a lista de ex-jogadores 'corinthianos' presos destacados pela mídia

Por Meu Timão

10 mil visualizações 50 comentários Comunicar erro

Você se lembra de algum desses 'corinthianos'?

Você se lembra de algum desses 'corinthianos'?

É certo que muitos jogadores se envolvem em confusões durante ou após o fim de suas carreiras em campo. Fato é, porém, que quando esse jogador teve alguma passagem - mesmo que pífia - pelo Parque São Jorge, os episódios viram destaque.

Mesmo aqueles marcados pela carreira em outros clubes, ou com poucos jogos pelo Timão, viram manchetes clássicas "Ex-jogador do Corinthians é preso" - em uma busca desesperada pela audiência. O caso mais recente é de Piá - o jogador esteve no Timão em 2004, entrou em campo pouquíssimas vezes e deixou a equipe no mesmo ano.

Sem nunca ter se firmado no futebol, o ex-atleta seguiu a vida do crime. Mas quando foi preso, apesar de ter jogado em 22 clubes diferentes, sua breve passagem pelo Corinthians foi destacada.

E ele não foi o primeiro, o Meu Timão preparou uma lista de "corinthianos" - muitos deles pouco lembrados pela torcida - que foram ligados ao clube por manchetes após se envolverem em polêmicas. Confira a lista

Piá

O ex-jogador, que teve duas passagens pelo Santos, mal entrou em campo pelo Corinthians. Piá também passou três vezes pela Ponte Preta, em Campinas, onde ficou por 3 anos. O meia é reincidente no crime, e se envolveu pela terceira vez com roubos no interior de São Paulo - e, claro, em todas as ocasiões, sua passagem pelo Timão foi explorada pelos jornais.

Fabinho Fontes

O jogador, ex-promessa da base do Corinthians em 1995, nunca se firmou como profissional. Embora revelado no Parque São Jorge, sua carreira nunca foi adiante. Sua ligação com o clube continuou apenas com a equipe de masters, que é organizada de forma independente por ex-jogadores. Em 2012, foi preso por acusação de estupro e virou manchete.

Herrera

O goleiro chileno, foi pego em uma blitz por dirigir embriagado e condenado à 150 dias de prisão. Ele é reincidente em crimes de trânsito em seu país, com acusações em 2009 e 2012 o jogador, todas bem depois de sua passagem pelo Timão. No Corinthians em 2006, a permanência do goleiro foi breve: ele só esteve em campo em nove oportunidades.

Carlos Roberto

Ex-lateral, Carlos Roberto Cunha esteve no Corinthians em 1995, sendo transferido no ano seguinte para a Portuguesa. Embora tenha participado das conquistas da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista daquele ano, ficou pouco marcado na história do clube. Até ser lembrado pelos jornais em 2006, sob acusação de comandar um esquema de tráfico de drogas na região de Campinas.

Daniel Passarella

O técnico argentino teve passagem curtíssima na equipe do Corinthians, durante a era MSI. O treinador ficou apenas um mês no comando do clube - de abril à maio de 2005. Isso, porém, não foi suficiente para evitar a manchete quando ele foi acusado de participar de esquema para venda de ingressos no River Plate.

Veja Mais:

  • Osmar Loss terá apenas 28 jogadores à disposição na Libertadores

    Corinthians perde duas vagas em lista de jogadores para o mata-mata na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians disputa vaga nas quartas de final da Taça BH Sub-17 nesta semana

    Compromissos pelo Brasileirão, decisões no Sub-17 e mais: veja a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes
  • Atacante presenteou Neymar com uma camisa do Corinthians

    Jonathas entrega camisa do Corinthians a Neymar e avisa: 'Cuida bem do manto sagrado'

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu para o São Paulo, mas se manteve na mesma posição na tabela do Brasileiro

    Corinthians não perde posições mesmo com derrota; veja tabela atualizada do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes