Por valorização da marca, Timão recusa patrocínios pontuais

Por valorização da marca, Timão recusa patrocínios pontuais

Por Meu Timão

12 mil visualizações 87 comentários Comunicar erro

Novo diretor de marketing, Marcelos Passos terá a missão de gerar receitas para o clube

Novo diretor de marketing, Marcelos Passos terá a missão de gerar receitas para o clube

Foto: Meu Timão

Mesmo com as altas dívidas desta temporada, a diretoria do Corinthians não está fazendo loucuras para gerar mais receita aos cofres do clube. Os acordos de patrocínio pontuais seriam uma alternativa para amenizar a conta negativa, algo descartado pela direção alvinegra.

"Todo dia, somos consultados para patrocínios pontuais. Mas a gente tem de valorizar a marca, estudamos a experiência que podemos gerar e nem sempre aceitamos um patrocínio pontual. Não vamos nos render à receita no curto prazo para depreciar a marca que temos", afirmou Marcelo Passos, diretor do Departamento de Marketing, à ESPN.

"Nos últimos jogos, não atuamos com nenhum pontual. O que fazemos é analisar propostas de empresas que possam fidelizar. Vamos tentar não desgastar a marca, pois se fizermos muitos pontuais, aquele patrocinador grande começa a não querer mais participar", acrescentou.

Além disso, o dirigente tocou em um dos assuntos que mais causam discussão entre os torcedores do Timão: o acordo sobre os naming rights da Arena Corinthians. De acordo com Passos, o clube não irá ceder na pedida atual - R$ 400 milhões por 20 anos.

"Não pensamos em diminuir o valor que queremos para fechar o contrato com os naming rights. A Arena tem visibilidade e papel importante para o Corinthians, que está mandando seus jogos no estádio. O valor é alto, mas quando se olha num longo prazo, ou anualmente, não é tanto assim. Mas é dificil achar uma empresa. Ela tem o dinheiro do investimento e ainda terá um custo para ativar a marca", analisou.

"Eu quero fechar, claro. Mas não vamos fazer besteira. Temos de trabalhar com calma. Estamos negociando também o nome de alguns setores, o sector rights, temos ações para fazer os negócios acontecerem. A (revista) Forbes colocou o Corinthians como uma das marcas mais fortes da América Latina. Não aproveitar isso seria um erro", completou o diretor.

Veja Mais:

  • Fessin anotou o único gol do Corinthians no José Liberatti

    Com goleiro Filipe, Corinthians sai atrás, empata, mas é superado pelo Palmeiras no Paulista Sub-20

    ver detalhes
  • Time comandado por Arthur Elias conquistou nova vitória na temporada de 2018

    Cacau sai do banco, marca golaço e dá vitória ao Corinthians feminino fora de casa

    ver detalhes
  • Corinthians caiu para o Grêmio, na Arena Corinthians

    Corinthians chega a 16 derrotas em 2018; falta uma para igualar pior temporada nesta década

    ver detalhes
  • Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, é favor do adiamento das rodadas 23 e 24 do Brasileiro

    Alô Corinthians! Grêmio quer união de rivais por adiamento de rodadas do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes