Ex-Timão provoca rival Palmeiras no Twitter

Ex-Timão provoca rival Palmeiras no Twitter

Por Meu Timão

68 mil visualizações 97 comentários Comunicar erro

Castán provoca Palmeiras no Twitter

Castán provoca Palmeiras no Twitter

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Palmeiras perdeu a final do Campeonato Paulista para o Santos neste domingo, nos pênaltis. O ex-zagueiro do Corinthians, Leandro Castán, não perdeu a oportunidade de provocar o rival em uma de suas redes sociais.

Por meio do seu Twitter, Castán publicou: "Quase deu pro palmeiras kkkkkk". Imediatamente, ele foi respondido por diversos corinthianos que pediram o retorno do jogador e o chamaram de mito. Mais de 400 seguidores compartilharam a mensagem de Castán.

O zagueiro deixou o Corinthians em 2012, logo após a conquista da Copa Libertadores da América. Ele foi transferido para a Roma, onde está até hoje. Porém, Castán não entra em campo desde 13 de setembro de 2014, quando sentiu dores na cabeça e descobriu que precisava retirar um cavernoma de três centímetros do cerebelo, formado por um problema vascular de nascença.

Castán já está quase recuperado da cirurgia na cabeça e já treina para retornar aos gramados em breve.

Vale citar, que, curiosamente, mesmo estando na Roma, sua foto de fundo do Twitter é com a camisa do Corinthians.

Confira a reação de alguns torcedores no Twitter

Veja Mais:

  • Sheik promoverá pelada beneficente de despedida do Timão na Arena

    Corinthians e Emerson Sheik acertam jogo de despedida na Arena

    ver detalhes
  • Sob comando de Barroca, Timão perde a primeira e dá adeus ao Brasileiro Sub-20 na segunda fase

    Corinthians é superado no Barradão e se despede do Brasileiro Sub-20

    ver detalhes
  • Mudança de Jair e derrota do Palmeiras no STJD - Giro de notícias do Corinthians

    ver detalhes
  • Atletas também serão envolvidos em ação que visa estimular transplantes de órgãos e tecidos

    Corinthians abraça campanha e apagará próprio escudo em prol da doação de órgãos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes