Ex-Timão provoca rival Palmeiras no Twitter

Ex-Timão provoca rival Palmeiras no Twitter

Por Meu Timão

Castán provoca Palmeiras no Twitter

Castán provoca Palmeiras no Twitter

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Palmeiras perdeu a final do Campeonato Paulista para o Santos neste domingo, nos pênaltis. O ex-zagueiro do Corinthians, Leandro Castán, não perdeu a oportunidade de provocar o rival em uma de suas redes sociais.

Por meio do seu Twitter, Castán publicou: "Quase deu pro palmeiras kkkkkk". Imediatamente, ele foi respondido por diversos corinthianos que pediram o retorno do jogador e o chamaram de mito. Mais de 400 seguidores compartilharam a mensagem de Castán.

O zagueiro deixou o Corinthians em 2012, logo após a conquista da Copa Libertadores da América. Ele foi transferido para a Roma, onde está até hoje. Porém, Castán não entra em campo desde 13 de setembro de 2014, quando sentiu dores na cabeça e descobriu que precisava retirar um cavernoma de três centímetros do cerebelo, formado por um problema vascular de nascença.

Castán já está quase recuperado da cirurgia na cabeça e já treina para retornar aos gramados em breve.

Vale citar, que, curiosamente, mesmo estando na Roma, sua foto de fundo do Twitter é com a camisa do Corinthians.

Confira a reação de alguns torcedores no Twitter

Veja Mais:

  • Timão conquistou Paulistão sobre a Ponte Preta; times voltam a se enfrentar logo na abertura de 2018

    Corinthians conhece data, horário e transmissão dos primeiros sete jogos do Paulistão

    ver detalhes
  • Gustavo Scarpa está negociando com o Corinthians para 2018

    Arquirrival perde força, e Corinthians volta ao páreo pela contratação de Scarpa

    ver detalhes
  • Balbuena ganhou status de líder no plantel alvinegro

    Priorizando renovação, Corinthians aguarda agentes de Balbuena para reunião

    ver detalhes
  • Super carros do Monster Jam já estão na Arena Corinthians

    Carros gigantes chegam à Arena Corinthians para evento deste sábado; veja fotos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes