Organizada é condenada por homofobia contra Emerson Sheik

Organizada é condenada por homofobia contra Emerson Sheik

Por Meu Timão

5.8 mil visualizações 73 comentários Comunicar erro

Sheik receberá R$ 20 mil de torcida organizada do Timão por ato de homofobia em 2013

Sheik receberá R$ 20 mil de torcida organizada do Timão por ato de homofobia em 2013

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Uma das torcidas organizadas do Corinthians, a Fiel Torcida Camisa 12, foi condenada por homofobia contra o atacante Emerson Sheik. A torcida foi multada em R$ 20 mil reais. As informações são coluna Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

A condenação é refente ao famoso caso do "selinho" de Emerson Sheik, em 2013. O atacante postou uma imagem dando um selinho no amigo, o chef de cozinha Isaac Azar.

Na ocasião, após a publicação da imagem, os torcedores levaram faixas contra o jogador em um treino do Corinthians e exigiram desculpas da parte de Sheik. O atacante se reuniu com as organizadas e se desculpou.

A Camisa 12, no entanto, ainda pode entrar com recurso. Segundo a defesa da torcida, o ato não foi descriminatório. As manifestações foram apenas contra o fato de o jogador ter “desrespeitado companheiros de clube, o técnico e a torcida” após uma substituição em campo. O processo foi movido pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo.

Veja Mais:

  • Avelar tende a receber nova chance como titular do Corinthians na capital paranaense

    Carlos joga 45 minutos pela Seleção Sub-20, e Corinthians deve ter Avelar contra Atlético-PR

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes