Tite afirma: 'Ninguém é mercenário, nem vagabundo'

Tite afirma: 'Ninguém é mercenário, nem vagabundo'

Técnico Tite defendeu os jogadores do Corinthians após eliminação da Libertadores

Técnico Tite defendeu os jogadores do Corinthians após eliminação da Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians venceu a Chapecoense por 1 a 0, mas ainda vive o fantasma da eliminação da Copa Libertadores da América, na última quarta-feira. Agitado após a partida, durante a coletiva de imprensa, o técnico Tite fez uma rápida análise sobre a vitória sobre o time catarinense.

"O resultado foi justo, com consistência. Sem ter um brilhantismo maior, a não ser em alguns minutos", assumiu o treinador.

Porém, logo na sequência, o treinador fez questão de falar sobre a derrota para o Guaraní e os últimos acontecimentos no Corinthians. A torcida foi protestar contra o elenco alvinegro, na sexta-feira, no CT.

"Esse grupo não é de vagabundo, não é de mercenário. Isso eu posso afirmar. Para o torcedor corinthiano que ficou chateado, não tem vagabundo nem mercenário aqui. E eu tenho um pouco de credibilidade na minha história para falar isso", declarou o técnico.

"De quarta para hoje tivemos de juntar os cacos, tive muita força para conversar com vocês (jornalistas) com discernimento. Se não fossem meus 53 anos, teria dificuldade para falar com vocês. Fomos eliminados nos pênaltis jogando mal e eliminado na Libertadores jogando mal. Isso pesa. Quarta passada não deu para pensar nada além deste jogo contra a Chapecoense", completou.

O treinador ainda ressaltou que a eliminação pesou no futebol apresentado nesse sábado, três dias após a derrota.

"O que é o vestiário: depois de jogo tanto quando ganha quanto quando perde é adrenalina pura. Ali ninguém fala nada. Você olha e respeita. E depois ora. Ninguém comenta, está todo mundo aflorado. Continuamos sentidos, esse é o sentindo. Não dá para tirar o jogo de quarta. Ele estava hoje aqui", disse.

Para finalizar, Tite ainda fez questão de defender os atletas, que foram, por muitas vezes, considerados frios pelos torcedores e pela imprensa. "É muito difícil externar o sentimento numa situação dessa", disse.

Veja Mais:

  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Guilherme foi o destaque da atividade coletiva pelo segundo dia consecutivo

    Dupla volta, e Oswaldo vê time titular brilhar em treino do Corinthians; veja a escalação

    ver detalhes
  • Sanchez denunciou também que Odebrecht abriu portas da Arena a repórteres, para mostrar 'somente o que quer'

    Andrés Sanchez se pronuncia sobre auditoria da Arena e critica Corinthians

    ver detalhes
  • Wagner pode reforçar o Corinthians em 2017

    Agente explica situação de Wagner e diz ter acerto contratual com Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes