Para Andrés, Guerrero não fez nada de graça: 'Que vá para o Palmeiras'

Para Andrés, Guerrero não fez nada de graça: 'Que vá para o Palmeiras'

Por Meu Timão

Andrés é contra renovação de Guerrero com valor pedido pelo atacante

Andrés é contra renovação de Guerrero com valor pedido pelo atacante

Foto: Divulgação

O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, deu sua opinião sobre a renovação de Paolo Guerrero. Deixando bem claro que a escolha não é sua, o ex-presidente do Timão demonstrou insatisfação com o alto valor pedido pelo atacante peruano.

"Se for com o que está pedindo, se não abaixar, a minha opinião é de que não renovem. Ele que vá para o Palmeiras, Flamengo, São Paulo, para onde quiser ir. É direito dele. Ninguém tem que ficar bravo. Se ele estivesse mal, estaria tomando pontapé. Ele está no papel dele. Não tem mercenário", declarou, em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta.

"Quem está negociando é o Roberto", declarou, na sequência, para ressaltar que não é ele quem decidirá o futuro do atacante no Corinthians.

"Não cabe o que estão pedindo. Quem vai decidir é o presidente. 'Pô, mas ele vai para o Palmeiras'. Que seja feliz. Agradecemos por tudo o que ele fez em campo, o gol do Mundial. Mas também não fez de graça. Ele que vá jogar onde quiser. É minha opinião, e já dei", explicou, na sequência, sempre muito sincero.

O atacante pede cerca de US$ 7 milhões de luvas para renovar o contrato com o Corinthians, que se encerra no dia 15 de julho. Liberado para assinar um pré-contrato com qualquer outro clube, Guerrero já declarou que a preferência dele é permanecer no Timão.

"Sinto que ele tem vontade de continuar, o Corinthians também. Mas ele tem que viver a vida dele. E o Corinthians tem que viver a sua", disse Andrés.

"Infelizmente, no Brasil, temos louco para tudo, principalmente no futebol", alertou, dizendo que acredita que outro clube possa aceitar pagar o que o peruano pede.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes