Elias confirma proposta, mas garante: 'Fico no Corinthians'

Elias confirma proposta, mas garante: 'Fico no Corinthians'

Por Meu Timão

Elias garante que fica no Corinthians até o fim do seu contrato

Elias garante que fica no Corinthians até o fim do seu contrato

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O volante Elias agiu rápido e descartou a possibilidade de deixar o Corinthians. Nesta segunda-feira, ele concedeu uma entrevista e confirmou que recebeu uma proposta do Flamengo, mas que quer permanecer no Timão e que as negociações estão encerradas.

"Houve o contato com o Flamengo. Conversei com a diretoria do Corinthians no sábado pela manhã e ficou decidido que as negociações estavam encerradas. Eu nunca demonstrei interesse em sair, mas apareceu essa proposta. Foi um mal-entendido. Não tenho vontade de sair do Corinthians agora. Mesmo com esse momento econômico difícil ou por qualquer outra coisa, não penso", contou o volante, em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com.

As conversas entre o jogador e os dois clubes começaram na semana passada. O primeiro contato foi feito com o pai de Elias e depois as conversas começaram com a diretoria alvinegra. O volante conta que se viu em uma situação complicada, já que é torcedor declarado do Timão.

"O Flamengo procurou meu pai, que me ligou. Ele me disse: “O Flamengo está interessado, o que falamos?”. Nós não podemos falar não. O Flamengo me colocou em uma saia-justa. Estou jogando em um clube que gosto e torço e vem o clube em que me identifiquei bastante. Não tem como falar não, não tem como rejeitar. Mas, depois, pensando bem, talvez, eu tenha agido mal com Flamengo e Corinthians por ter conversado. Pensei bem com a minha família e encerramos qualquer tipo de negociação. Aliás, eu nem tinha começado a negociação", esclareceu.

Elias garante que o assunto está definido. "Conversa comigo não tem. Agradeci o interesse em me contratar, mas não podemos enganar os torcedores do Flamengo e do Corinthians. Houve, sim, o contato, mas pensei com a família e rejeitei. Quero continuar no Corinthians. Já está definido", explicou.

"Em nenhum momento discutimos a parte salarial. Falei com o Roberto (de Andrade, presidente do Corinthians) e ele disse que passou a informação para o Flamengo de que a negociação estava encerrada", completou.

O jogador confirmou que ficou no banco de reservas neste domingo por causa das negociações, apesar do técnico Tite ter afirmado que era uma "opção técnica".

"Ele (Tite) queria me deixar fora da convocação pelo fato de a negociação estar em andamento. Ele é muito exigente nessa parte de concentração e foco para os jogos. Eu falei que queria ser convocado e resolvemos sem problema nenhum", disse.

Reiterando a vontade de permanecer no Corinthians, Elias, no entanto, diz que em caso de uma proposta milionária, ele sentaria e conversaria com a diretoria alvinegra.

"Está decidido que fico no Corinthians. Quero fazer um bom brasileiro e brigar por títulos. Antes, fazer uma boa Copa América com a seleção brasileira. Sempre no início dos anos aparecem especulações, não só do Flamengo, como de outros países. Há sempre uma perspectiva de venda. Nunca podemos falar que vamos ficar porque pode aparecer alguma proposta irrecusável e você acaba aceitando. Eu pretendo continuar no Corinthians até o fim do meu contrato. Se aparecer alguma proposta milionário, vamos sentar e conversar com a diretoria", finalizou.

Veja Mais:

  • Dupla Jô-Rodriguinho já não se mostra mais tão efetiva quanto em outros tempos

    Corinthians leva dois gols de bola área, perde do Botafogo e fica pressionado no Brasileirão

    ver detalhes
  • Clayson falou com a imprensa brevemente: 'Não foi nada demais'

    Atacante do Corinthians é conduzido por policiais a prestar esclarecimentos no Rio

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille perdeu do Botafogo na noite dessa quarta-feira

    Torcida 'perdoa' cinco jogadores e dá pior nota a Carille após derrota do Corinthians no Rio

    ver detalhes
  • Acorda, presidente!

    [Walter Falceta] Acorda, presidente!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes