Clube italiano teria rejeitado contraproposta do Timão por Cassini

Clube italiano teria rejeitado contraproposta do Timão por Cassini

Por Meu Timão

Destaque na conquista da Copa São Paulo, Cassini pode deixar o Corinthians

Destaque na conquista da Copa São Paulo, Cassini pode deixar o Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

A permanência do jovem Matheus Cassini no Corinthians segue indefinida. O Palermo (ITA), equipe de segundo escalão da Europa, rejeitou a contraproposta do Timão pelo meia-atacante, cria das categorias de base do Parque São Jorge. A informação é do blog Dois Toques, do portal ESPN.

O entrave entre os dois clubes ficou por conta da forma de pagamento. O time italiano ofereceu R$ 3,5 milhões parcelados pelo jogador de 19 anos. A cúpula corinthiana, por sua vez, só aceita cedê-lo pelo pagamento à vista.

Nesta terça-feira, um encontro deve selar o destino de Cassini, destaque da vitoriosa campanha do Timão na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2015. A diretoria, no entanto, segue otimista em mantê-lo no Corinthians.

No dia 14 de junho, o Meu Timão revelou em primeira mão o interesse do Palermo no futebol do garoto. O valor da proposta está na casa de 1,5 milhão de euros - aproximadamente R$ 5,1 milhões. Atualmente, o Alvinegro detém 70% dos direitos econômicos do atleta, que receberia dez vezes mais no clube italiano (cerca de R$ 85 mil por mês).

"A proposta existe, ela é real. Chegou uma proposta do Palermo, da Itália. Nós estamos lutando bastante para que ele não vá. As negociações, eu posso dizer para você que estão andando bem. Eu não posso dizer que ele está vendido e nem que ele não está. Estamos conversando, não tem nada resolvido", afirmou Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, em entrevista na última sexta-feira.

"Não vamos falar que ele foi vendido porque ele não foi. Se isso acontecer, eu explico aqui o motivo de ele estar querendo ser vendido, mas nós vamos achar um meio termo para que fique. Pelo menos a minha vontade é grande para que ele fique. Estou trabalhando muito para convencê-lo a ficar aqui conosco", completou o dirigente.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes