Na reserva, Felipe está na mira de clube italiano

Na reserva, Felipe está na mira de clube italiano

38 mil visualizações 365 comentários Comunicar erro

Felipe pode ir para o Napoli por cerca de R$ 24 milhões de reais

Felipe pode ir para o Napoli por cerca de R$ 24 milhões de reais

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Depois de perder a posição na zaga titular do Corinthians, o zagueiro Felipe pode deixar o Brasil. Segundo o jornal italiano Gazzeta Dello Sport, o jogador estaria na mira do Napoli.

O bom início de ano, que fez com que Felipe ganhasse a titularidade ao lado de Gil, chamou atenção dos dirigentes italianos. Segundo a publicação, eles estão convencidos de que o brasileiro é uma boa opção para a zaga italiana.

Primeira opção para reforços do Napoli, o clube italiano teria que desembolsar cerca de 6 a 7 milhões de euros (quase R$ 24 milhões de reais) para levar o zagueiro do Corinthians.

É válido lembrar que na semana passada, a diretoria alvinegra confirmou a renovação do contrato de Felipe. Com um aumento de cerca de 50% de salário, o zagueiro tem novo vínculo até dezembro de 2019.

A renovação adiantada, já que o antigo contrato era válido até agosto de 2016, aumenta a possibilidade de uma venda. Com o novo vínculo, o Corinthians garante uma oferta maior pelo zagueiro.

Confira a publicação da Gazzeta Dello Sport

Veja Mais:

  • Douglas já realizou exames médicos no Corinthians

    Douglas realiza exames no Corinthians e é aguardado no CT nesta terça-feira

    ver detalhes
  • Júnior Dutra deve assinar com o Fluminense até dezembro deste ano

    Corinthians libera Júnior Dutra para assinar com o Fluminense

    ver detalhes
  • Ralf entrou no segundo tempo do amistoso contra o Grêmio, na Arena Corinthians

    Com lesão leve, Ralf desfalca Corinthians por três jogos; postura do volante é elogiada

    ver detalhes
  • Mantuan teve lesão confirmada e é baixa no Corinthians

    Mantuan tem lesão muscular confirmada e se torna desfalque no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes