Volante vê base como solução para saída de atacantes: 'Podem nos ajudar'

Volante vê base como solução para saída de atacantes: 'Podem nos ajudar'

Por Meu Timão

Bruno Henrique reconhece importância de Guerrero

Bruno Henrique reconhece importância de Guerrero

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

As baixas que o Corinthians vem sofrendo tem afetado não somente os envolvidos, como também todo o elenco. Em entrevista coletiva após o treino na manhã desta terça-feira, o volante Bruno Henrique falou sobre a importância de Guerrero para o time e como será a adaptação depois de sua saída.

"O Guerrero é um jogador nosso de referência, um bom tempo aqui na equipe, mas com saída dele, tem jogadores que vão entrar no lugar dele, e corresponder. Os jogadores mais novos já jogaram jogos de pressão, já souberam lidar com esse tipo de situação. Os garotos da base são excepcionais de talento. O Tite conversa bastante com os garotos, com a gente também, tenho certeza que independente de quem vai sair ou não, nosso grupo vai continuar forte para brigar por título", afirmou o jogador.

Com a cabeça no clássico de domingo, contra o Palmeiras, pensa no futuro do maior artilheiro estrangeiro do Timão.

"Clássico é diferente, Guerrero é ídolo, sentiremos a falta dele, fez dois dos gols mais importantes da história, sentiremos sua falta. Que domingo a gente possa fazer um grande jogo e dedicar essa vitória a ele, que ele seja feliz na carreira, mas menos contra a gente (risos)", disse.

Quanto às soluções, citou a capacidade de Vagner Love, que está afastado em uma espécie de "pré-temporada", a fim de recuperar condicionamento físico para assumir o a posição que será deixada pelo peruano.

"Corinthians está se preparando, está preparando o Love para adquirir a melhor forma física dele. Ganhamos jogos sem o Guerrero, vai fazer falta, claro, mas temos jogadores que podem nos ajudar e podem se encaixar", comentou.

Além de Guerrero, Emerson Sheik também está de saída do clube do Parque São Jorge. Por isso, o reconhecimento não se limitou somente a um, e sim aos dois atacantes.

"Os dois, o que fizeram pelo Corinthians não tem palavras, são dois ídolos que estão saindo, pessoas que trabalharam muito para conseguir o que conseguiram. Os jovens estão nessa pegada também, se espelham nisso. Quem está aqui no elenco é competente em busca do que eles conquistaram", reconheceu.

Outro recurso a ser melhor utilizado com a saída dos dois atacantes titulares é a base. Sobre o assunto, Bruno Henrique observou: "Com certeza, às vezes se monta um elenco e as coisas dão certo, quem está subindo da base, quem está aqui buscando o espaço, pode dar certo, sim (mesmo sem tanto dinheiro)".

Ainda sobre a base, lembrou dos campeonatos que os jovens jogadores já ganharam pelas suas respectivas categorias, ressaltando sua confiança em todos.

"Corinthians tem muita pressão para jogar, é diferente de quando se tem rodagem, pode se lidar bem com isso, os meninos que estão subindo estão pegando experiência, a expectativa em cima deles é grande pelos campeonatos que fizeram na base. Eles vão crescer", avaliou.

Veja Mais:

  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes