Volante vê base como solução para saída de atacantes: 'Podem nos ajudar'

Volante vê base como solução para saída de atacantes: 'Podem nos ajudar'

Por Meu Timão

Bruno Henrique reconhece importância de Guerrero

Bruno Henrique reconhece importância de Guerrero

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

As baixas que o Corinthians vem sofrendo tem afetado não somente os envolvidos, como também todo o elenco. Em entrevista coletiva após o treino na manhã desta terça-feira, o volante Bruno Henrique falou sobre a importância de Guerrero para o time e como será a adaptação depois de sua saída.

"O Guerrero é um jogador nosso de referência, um bom tempo aqui na equipe, mas com saída dele, tem jogadores que vão entrar no lugar dele, e corresponder. Os jogadores mais novos já jogaram jogos de pressão, já souberam lidar com esse tipo de situação. Os garotos da base são excepcionais de talento. O Tite conversa bastante com os garotos, com a gente também, tenho certeza que independente de quem vai sair ou não, nosso grupo vai continuar forte para brigar por título", afirmou o jogador.

Com a cabeça no clássico de domingo, contra o Palmeiras, pensa no futuro do maior artilheiro estrangeiro do Timão.

"Clássico é diferente, Guerrero é ídolo, sentiremos a falta dele, fez dois dos gols mais importantes da história, sentiremos sua falta. Que domingo a gente possa fazer um grande jogo e dedicar essa vitória a ele, que ele seja feliz na carreira, mas menos contra a gente (risos)", disse.

Quanto às soluções, citou a capacidade de Vagner Love, que está afastado em uma espécie de "pré-temporada", a fim de recuperar condicionamento físico para assumir o a posição que será deixada pelo peruano.

"Corinthians está se preparando, está preparando o Love para adquirir a melhor forma física dele. Ganhamos jogos sem o Guerrero, vai fazer falta, claro, mas temos jogadores que podem nos ajudar e podem se encaixar", comentou.

Além de Guerrero, Emerson Sheik também está de saída do clube do Parque São Jorge. Por isso, o reconhecimento não se limitou somente a um, e sim aos dois atacantes.

"Os dois, o que fizeram pelo Corinthians não tem palavras, são dois ídolos que estão saindo, pessoas que trabalharam muito para conseguir o que conseguiram. Os jovens estão nessa pegada também, se espelham nisso. Quem está aqui no elenco é competente em busca do que eles conquistaram", reconheceu.

Outro recurso a ser melhor utilizado com a saída dos dois atacantes titulares é a base. Sobre o assunto, Bruno Henrique observou: "Com certeza, às vezes se monta um elenco e as coisas dão certo, quem está subindo da base, quem está aqui buscando o espaço, pode dar certo, sim (mesmo sem tanto dinheiro)".

Ainda sobre a base, lembrou dos campeonatos que os jovens jogadores já ganharam pelas suas respectivas categorias, ressaltando sua confiança em todos.

"Corinthians tem muita pressão para jogar, é diferente de quando se tem rodagem, pode se lidar bem com isso, os meninos que estão subindo estão pegando experiência, a expectativa em cima deles é grande pelos campeonatos que fizeram na base. Eles vão crescer", avaliou.

Veja Mais:

  • Cássio (à dir.) foi apresentado como reforço do Corinthians ao lado de Felipe, hoje no Porto

    'Nunca me imaginei jogando no Corinthians': Cássio conta bastidores da chegada ao Timão

    ver detalhes
  • Torcedores seguem se associando ao Corinthians

    Em nova atualização do Fiel Torcedor, número de sócios do Corinthians segue crescendo

    ver detalhes
  • Arena Corinthians pode ser palco de torneio de pré-temporada em 2018

    Copa-2018 e troca de gramado deixam Corinthians cauteloso sobre torneio de pré-temporada na Arena

    ver detalhes
  • Gil e Felipe estão entre as vendas mais caras da equipe de 2016

    Jovem que atuou 17 minutos pelo Flamengo rende mais que todas as vendas do Corinthians em 2016

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes