Com fortes críticas à situação atual da base, Rivellino diz: 'A base hoje é horrível'

Com fortes críticas à situação atual da base, Rivellino diz: 'A base hoje é horrível'

Por Meu Timão

2.5 mil visualizações 68 comentários Comunicar erro

Eterno ídolo, Rivellino esteve no primeiro evento da Arena Corinthians

Eterno ídolo, Rivellino esteve no primeiro evento da Arena Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Não é só o torcedor corinthiano que dá sua opinião sobre o aproveitamento das categorias de base. Rivellino, um eterno ídolo alvinegro, também fez sua análise sobre a situação atual desse departamento do futebol.

O meio-campista, que passou dez anos no Corinthians, proporcionando ótimos momentos ao torcedor alvinegro, também mostrou suas indignações e, exaltando o "prazer de estar no Corinthians", revelou, ao seu ver, as diferenças da base da sua época e da atualidade.

"No tempo em que eu jogava na base ganhava ajuda de custo, o ônibus, dinheiro só para a condução. Acordava às cinco da manhã, não ganhava nada e fazia isso com o maior prazer. Hoje eles se acham, nem ligam", declarou o jogador em entrevista ao jornalista Plácido Berci, do site Quatro4dois.

"A base é outro mundo, parece que é outro clube. A base hoje aqui é horrível, malfeita, não cria ninguém, não aparece ninguém", completou.

Quanto ao agenciamento de jovens atletas, que começa cada vez mais cedo, tirando a parcela de responsabilidade do time, Rivellino mostrou-se contra.

"Eu acho que direitos federativos são do clube. Quer treinar? 51% é do clube, os outros 49% divide e faz o que quer. O próprio clube pode mudar isso, se for inteligente", afirmou.

A solução dos diversos problemas atuais, para o jogador, estaria nas mãos das próprias federações. "Se eu sou o presidente do clube, o meu foco é diferente. Falo: 'Eu quero três jogadores diferenciados todo ano'. Para criar e colocar no time de cima", concluiu.

Confira a entrevista completa de Rivellino

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes