No Palermo, Cassini mostra 'ressentimento' por pouca oportunidade no Timão

No Palermo, Cassini mostra 'ressentimento' por pouca oportunidade no Timão

Por Meu Timão

No Corinthians, Cassini não fez nenhuma partida como profissional

No Corinthians, Cassini não fez nenhuma partida como profissional

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Matheus Cassini era considerado uma das grandes promessas do Corinthians. Fez boas atuações em todos os campeonatos que disputou e foi promovido ao elenco profissional do Timão neste ano. No entanto, foi vendido ao Palermo, da Itália, sem entrar em nenhuma partida oficial.

Apresentado em seu novo clube, o meia foi questionado do porque não entrou em nenhum jogo do Timão. Em sua resposta, Cassini demonstrou que guarda uma certa mágoa em relação ao técnico Tite que não deu chances ao atleta.

"Isso você deve perguntar ao treinador do Corinthians. Eu não sei. O treinador deve ter tido suas razões. Eu sempre trabalhei duro", lamentou Cassini, em entrevista ao portal italiano "Repubblica Palermo".

O técnico Tite só deu uma "quase" chance ao meia. Cassini foi relacionado para a partida contra o Fluminense, no Brasileirão deste ano, logo que as conversas com o Palermo começaram. Mas só ficou no banco de reservas.

Cassini também explicou o apelido que recebeu da mídia italiana. Ao ser apresentado, muitos jornais o chamaram de Guerrerinho. "Aqui (no Brasil) é chamado de guerreiro quem tem caráter e joga no campo com confiança. Guerrerinho é um jovem guerreiro", explicou.

Veja Mais:

  • Serginho realiza sonho de vestir a camisa do Corinthians

    Apresentado, Serginho veste a camisa, se emociona e valoriza projeto do Corinthians

    ver detalhes
  • Balbuena pode perder até sete jogos do Corinthians

    Balbuena tem lesão e deve desfalcar Corinthians por cerca de um mês

    ver detalhes
  • Leandro Castán pode retornar ao Corinthians

    Após esfriar interesse em Anderson Martins, Corinthians cogita contratação de outro ex-zagueiro

    ver detalhes
  • Franklin tietou o 'pai' Gil durante treino da Seleção no último mês de março

    Em meio a lesões de zagueiros, 'filho de Gil' pode ganhar primeira chance no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes