Timão supera Flamengo e fatura título inédito da Taça BH

Timão supera Flamengo e fatura título inédito da Taça BH

Por Meu Timão

Timãozinho é campeão da Taça BH sub-17 em cima do Flamengo

Timãozinho é campeão da Taça BH sub-17 em cima do Flamengo

Foto: Divulgação

Pela decisão da Taça BH de Futebol, a equipe Sub-17 do Corinthians foi a campo, na noite desta quarta-feira, para enfrentar o rival Flamengo em Sete Lagoas, Minas Gerais. Campeão Mundial da categoria, o Timão queria o título dentro da Arena do Jacaré para coroar seu bom futebol apresentado desde o início da competição mineira.

Para o duelo contra a equipe carioca, o técnico Marcio Zanardi optou pela formação 4-3-3, formada por: Filipe; Samuel, Antônio, Léo Santos e César; Renan Areias, Renan Guedes e Bilú; Pedro Victor, Moresche e Léo Jabá. O atacante, aliás, era a grande estrela do time corinthiano e vinha embalado após a boa atuação na semifinal diante do Avaí – na última segunda-feira (27), o camisa 11 marcou um gol e foi decisivo para a classificação do Corinthians à final.

No esquema 4-2-3-1, o Flamengo, treinado por Gilmar Popoca, iniciou o confronto na Arena do Jacaré com a seguinte escalação: Gabriel; Bernardo, Thuler, Dantas e Michael; Klebinho e Hugo; Lucas, Pepê e Antônio Carlos; Matheus Iacovelli.

Primeiro tempo equilibrado

O Timão iniciou a partida pressionando a saída de bola do Flamengo. Os volantes Renan Areias e Renan Guedes se encarregavam da marcação no meio-campo corinthiano, enquanto Léo Jabá e Pedro Victor davam movimentação e criavam as principais jogadas do time. Aos 17 min, o Alvinegro teve sua primeira baixa: o lateral-direito Samuel sentiu fortes dores no calcanhar e teve de ser substituído por Lucas Gabriel.

O Flamengo, por sua vez, apresentava um contra-ataque veloz e perigoso. Com a superioridade na posse de bola, o Timão trocava passes e procurava alternativas para chegar à área adversária. Contudo, aos 35 min, o técnico Marcio Zanardi perdeu mais um atleta por contusão: após sofrer uma pancada no joelho, o meia Bilú foi sacado para a entrada de Fabrício, titular na conquista do Mundial de Clubes de Madri, na Espanha.

Apesar do excesso de vontade e disposição das duas equipes, o placar não saiu do zero no primeiro tempo da final da Taça BH. “É time grande... É ter tranquilidade, ver o que estamos errando e aperfeiçoar a finalização”, assegurou Renan Areias, destaque do meio-campo alvinegro.

Fabrício decisivo

Diferentemente dos primeiros 45 min, a segunda etapa começou “elétrica”. Aos 8 min, o meia Fabrício foi para a bola em falta próxima à área do Flamengo e não desperdiçou. Em linda cobrança, o corinthiano bateu com perfeição e não deu chances de defesa ao goleiro Gabriel, abrindo o placar para o time do Parque São Jorge.

Mas a equipe alvinegra não tirou o pé. Cinco minutos depois, Fabrício, novamente, aproveitou o vacilo da defesa carioca e bateu para o gol, ampliando o placar na Arena do Jacaré e garantindo boa vantagem na final. Com a vitória parcial, Zanardi resolveu mexer na equipe mais uma vez e tirou o camisa 10 Pedro Victor, dando lugar ao meia Caio.

Aos 30 min, o goleiro Filipe teve de mostrar serviço. Em bela cobrança de falta de Antônio, o arqueiro do Corinthians “voou” ao canto esquerdo e espalmou para fora. No lance seguinte, em escanteio, Klebinho aproveitou a sobra na área e diminuiu o marcador para o rival da Gávea. Com o placar em 2 a 1, a Fiel que fazia presença na Arena do Jacaré incendiou a partida e não parou de apoiar o Timão, que precisava pressionar o Flamengo e manter a posse de bola no campo de ataque.

Mesmo assim, a pressão adversária não foi capaz de evitar a vitória por 2 a 1 do Corinthians, que assegurou mais um título da categoria em 2015 e, de quebra, faturou a inédita Taça BH de Futebol.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes