Cássio relembra sina contra Rogério Ceni às vésperas de Majestoso

Cássio relembra sina contra Rogério Ceni às vésperas de Majestoso

Por Meu Timão

Em março, Cássio defendeu o pênalti batido por Rogério Ceni que garantiu a vitória do Timão fora de casa

Em março, Cássio defendeu o pênalti batido por Rogério Ceni que garantiu a vitória do Timão fora de casa

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Recuperado de uma tendinite na coxa esquerda, o goleiro Cássio terá um importante desafio pela frente. No próximo domingo, o “paredão” corinthiano será o responsável por evitar que o São Paulo marque gols dentro do Morumbi, local onde o camisa 12 costuma se dar bem contra o capitão e ídolo rival, Rogério Ceni.

Em 14 jogos do “Majestoso”, Cássio pôde defender duas cobranças de pênalti do experiente goleiro do São Paulo. A primeira vez ocorreu pelo Brasileirão de 2013, quando o arqueiro corinthiano evitou a vitória do time da Barra Funda, já nos acréscimos. Depois, na última edição do Paulista, o jogador alvinegro garantiu a vitória por 1 a 0 ao defender - com os pés – o chute do arqueiro são-paulino.

"Sorte, não. É trabalho. Fui feliz nos pênaltis, defendi o último também. Mas isso é em prol do grupo. Não temos de ter vaidade ou ficar 'bravinho' porque outro vai jogar bem. É um grupo. O conjunto faz a diferença porque o Brasileirão é longo", afirmou Cássio, durante entrevista coletiva no CT nesta quarta-feira.

Por isso, o goleiro do Timão acredita que Ceni pode entrar pressionado para o confronto. "Pode ser (que esteja sob pressão), pelo fato de eu ter defendido os dois últimos. Mas o Rogério é um cara experiente, bem rodado e sabe lidar com isso", explicou.

O Majestoso acontece neste domingo, às 16h, no estádio do Morumbi, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Até o momento, o técnico Tite conta com uma dúvida para o duelo, que pode dar ao Corinthians a liderança da competição nacional.

Veja Mais:

  • Guilherme diz ser meia-atacante; posição como meia-central do 4-1-4-1 não agrada

    Guilherme abre o jogo, se vê prejudicado por esquema e pede sequência no Corinthians

    ver detalhes
  • Love marcou 14 gols no Brasileirão 2015, abaixo apenas de Ricardo Oliveira, artilheiro

    Na Turquia, ex-Corinthians supera Eto'o e briga pela artilharia do campeonato

    ver detalhes
  • Pablo, Maycon, Léo Jabá... Corinthianos comemoram virada nas redes sociais

    Pablo, Maycon, Léo Jabá... Corinthianos comemoram virada nas redes sociais

    ver detalhes
  • Confira os gols de Mirassol 2x3 Corinthians

    VÍDEO: Confira os gols de Mirassol 2x3 Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes