Cria do 'Terrão', Fagner compara sua época com hoje em dia

1.6 mil visualizações 19 comentários

Por Meu Timão

Formado no Terrão, Fagner é titular absoluto da lateral-direita

Formado no Terrão, Fagner é titular absoluto da lateral-direita

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Referência no Brasil, o Corinthians possui uma das melhores estruturas do país. A realidade, porém, nem sempre foi essa. Anteriormente, as promessas do Timão eram formadas no 'Terrão', assim como o lateral-direito Fagner. Segundo o jogador, os jovens corinthianos precisam valorizar aquilo que o Alvinegro oferece.

"Tem de dar muito valor. Às vezes, o menino vem da base muito paparicado. No Brasil é assim. Tem de dar valor para o que tem agora, não quando for para outro clube sem a estrutura do Corinthians. Tem de ouvir os experientes, não chegar achando que sabe tudo – alertou o jogador, em entrevista ao Lance!.

Extinto em 2008, o 'Terrão' deu lugar a um gramado sintético, onde treinam os juniores do clube. Em visita ao local, Fagner revela passar um filme em sua cabeça e se diz muito grato ao Corinthians.

"Eu fico muito feliz de estar vivendo um momento muito bom hoje. Vir aqui me traz muitas lembranças. Ver a casinha que eu me trocava, toda criançada brincando com tampinha de garrafa com a mão, fazendo golzinho... Passa um filme de toda a minha infância, de tudo que abri mão para viver o que estou vivendo hoje. Tenho enorme gratidão ao Corinthians, pelo que fizeram a mim como pessoa. Quando você leva a sério, você aprende muito mais do que jogar bola, aprende a ter obrigações, horários... Isso me fez crescer muito como homem", disse o lateral de 26 anos que comparou as categorias de base de hoje em dia com as de seu tempo.

"Antes, futebol não era tão negócio quanto é hoje. Digo em termos de empresários, todas essas coisas. Hoje em dia, um menino com 12 anos se destaca e já tem tudo. Na minha época, a gente vinha treinar como criança. Por mais que quisessem formar, eram crianças jogando, brincando. Treinar no Terrão, a bola pingando, dificuldade para dominar...", comentou Fagner.

Titular, ele não acreditava que conseguiria se tornar profissional. Além disso, o lateral revelou qual jogador mais olhava no Terrão.

"Jô (atacante) foi um que marcou bem. Quando é mais novo, você olha e fala 'Olha, é aquele que todo mundo fala'. Você nunca imagina que vai chegar lá. Eu jogava por prazer, por gostar, mas nunca achava que seria profissional", disse o jogador.

Utilizado desde 1980, o Terrão formou nomes conhecidos como o goleiro Ronaldo, Zé Elias, Gil, Sylvinho, Kleber, Edu Gaspar, Viola, Dinei e Willian, além de Jô e do próprio Fagner. Atualmente as apostas corinthianas estão em jogadores como Léo Jabá, Fabricio Oya e Matheus Pereira

Veja Mais:

  • Corinthians levou gol no fim e terá que reverter a desvantagem fora de casa para se classificar

    Corinthians sofre gol no fim, perde para o América e larga atrás nas oitavas da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Everaldo foi um dos mais criticados pela torcida

    Fiel critica 'baciada' de jogadores e divide opiniões sobre Mancini após derrota; veja repercussão

    ver detalhes
  • Corinthians segue em estágio de formação no meio da temporada

    Análise: Corinthians vive dilema de escolher entre criar jogadas de perigo e controlar o jogo

    ver detalhes
  • Corinthians x América-MG (Mudanças na escalação / Mantuan machucado) - Copa do Brasil 2020

    VÍDEO: Corinthians x América-MG (Mudanças na escalação / Mantuan machucado) - Copa do Brasil 2020

    ver detalhes
  • Corinthians goleou o Nacional e tomou a liderança do Grupo 2

    Com seis gols de Gabi Nunes, Corinthians goleia o Nacional e assume liderança do Paulista Feminino

    ver detalhes
  • Corinthians sub-23 e Seleção sub-20 se enfrentaram no Novelli Júnior, em Itu

    Corinthians Sub-23 sai na frente, mas leva virada da Seleção Brasileira Sub-20 em Itu

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: