Atacante relembra fase ruim e admite: 'Deixei subir à cabeça'

Atacante relembra fase ruim e admite: 'Deixei subir à cabeça'

Por Meu Timão

Luciano comemora evolução no Corinthians

Luciano comemora evolução no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Autor de cinco gols nos últimos três jogos do Corinthians, Luciano tem se tornado o grande nome do Timão nesta fase do Campeonato Brasileiro. Porém, não foi assim desde o início da temporada, quando recebia críticas pelas suas raras atuações. Nesta segunda-feira, em coletiva de imprensa após o treino no CT Dr. Joaquim Grava, autocrítico e humilde, falou sobre sua atual fase de artilheiro e as mudanças em seus hábitos pessoais desde o início do ano.

"Acho que, depois que voltei do Pan, voltei com mais experiência, pés no chão e, agora, estou colhendo os frutos que plantei. É o melhor momento da minha carreira", afirmou Luciano.

"É tudo muito grande, deixei subir à cabeça, mesmo com a minha família pegando no pé. Agora, a minha família me ajudou, meu empresário, meus companheiros. Agora tenho que manter o foco, os pés no chão, mudei totalmente em relação a isso. Sou outra pessoa e devo tudo isso a eles, não sou nada sem eles. Grandes coisas estão por vir", completou.

Ainda assim, o atacante negou que suas atitudes estivessem relacionadas a problemas extra-campo, reconhecendo e apontando o erro. "Às vezes a gente treinava bastante depois do treino, sempre ficava aqui. Depois do treino eu saía para ir embora, não fazia um complemento, nada. Sair na noite nunca foi problema, ir ao cinema não tem nada a ver. Foi mais na parte do treinamento. Estou mudado, virei um homem aqui", declarou.

A respeito de sua evolução, creditou sua melhoria aos seus amigos de clube. "Meus companheiros me ajudaram bastante, não deixaram eu largar, desistir dos treinamentos. Ano passado, me deram esse toque também. Infelizmente, deixei isso acontecer. Agora sou outro cara, sou um homem focado", revelou.

Dessa forma, considera sua situação como exemplo para outros atletas. "Sirvo de exemplo, sim. Eu não era aproveitado, pensava sim em sair, mas meus companheiros falaram para eu ter calma e esperar oportunidade, e continuei trabalhando firme. Graças a Deus, a oportunidade bateu na minha porta, pude aproveitar e espero fazer o melhor", concluiu.

Veja Mais:

  • Com contas aprovadas, Roberto de Andrade evitou novo processo de impeachment

    Em votação tensa, gestão de Roberto de Andrade tem finanças aprovadas por Conselho do Corinthians

    ver detalhes
  • Timão prepara novo mosaico para ser exibido na decisão do Paulista

    Corinthians prepara novo mosaico para final do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Wladimir será o mais novo colunista do Meu Timão

    Herói de 77 será colunista do Meu Timão

    ver detalhes
  • Inaugurada em 2014, Arena tem custo total avaliado em R$ 1,6 bilhão

    Corinthians foi omisso com projeto da Arena, aponta auditoria

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes