Treinador vê derrota no primeiro turno como aprendizado e explica mudanças

Treinador vê derrota no primeiro turno como aprendizado e explica mudanças

Por Meu Timão

Em entrevista coletiva, Tite falou sobre as mudanças na equipe que encara o Grêmio, nesta quarta, em Itaquera

Em entrevista coletiva, Tite falou sobre as mudanças na equipe que encara o Grêmio, nesta quarta, em Itaquera

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O técnico Tite sabe da importância que uma vitória sobre o Grêmio, nesta quarta-feira, pode trazer ao elenco do Corinthians. Nesta terça à tarde, o treinador alvinegro foi questionado sobre a derrota para o oponente gaúcho por 3 a 1, ainda no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Para o comandante, o atual momento do Timão é bem diferente.

“Mudou porque os jogadores vão estabelecendo uma relação de confiança com o técnico. Tem de saber matar no peito os momentos difíceis. Não acredito no cara que não sinta a derrota. Tem de sentir, reciclar rápido e dar uma resposta. Esse foi o grande mérito. Na sequência reagimos”, afirmou Tite ao portal GloboEsporte.com.

Estatísticas à parte, o Corinthians terá nada mais, nada menos que cinco desfalques para o duelo: Gil e Fagner receberam o terceiro cartão amarelo no Dérbi e estão suspensos; Uendel e Bruno Henrique permanecem em tratamento no departamento médico; por fim, Elias está integrado à delegação do Brasil para o amistoso contra os Estados Unidos, nesta terça.

“É um desafio mudar. Se eu pedir pro Edílson passar a quantidade do Fagner, o errado sou eu. Mas vou ganhar qualidade no passe, a bola parada de média distância. É a característica e o próprio Grêmio sabe, porque ele jogou lá. Vai ter bola parada de média distância”, ressaltou o treinador, que ainda falou sobre a pressão em cima de sua equipe.

“Não é cascudo, mas está se tornando cascudo. Está aprendendo. Clube grande é assim: título, Libertadores, rebaixamento. Diversos tipos de pressão existem. Se você está num grande clube, trabalhe com pressão, porque é inevitável”, acrescentou.

Veja Mais:

  • Atlético-PR e Coritiba preferiram não realizar a partida e enfrentaram o modelo tradicional do futebol

    Unidos, rivais peitam a Globo e acabam barrados pela Federação Paranaense

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade pode ser afastado nesta segunda-feira

    Linha do tempo, bastidores e opiniões de conselheiros: tudo sobre o impeachment no Corinthians

    ver detalhes
  • Fábio Carille comandou Corinthians em mais uma vitória, desta vez contra o Audax

    Passadas quatro rodadas, só um time tem aproveitamento melhor que Corinthians no Paulistão-2017

    ver detalhes
  • Arena Corinthians com pouco público neste início de ano

    Sete motivos que explicam a queda do número de adimplentes do Fiel Torcedor

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes