Mesmo vencendo, Tite critica tempo de recuperação do adversário do Timão

Mesmo vencendo, Tite critica tempo de recuperação do adversário do Timão

Por Meu Timão

Tite se opôs à situação sofrida pelo Joinville

Tite se opôs à situação sofrida pelo Joinville

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o adversário do Corinthians deste domingo encontrou adversidades. A partida do Joinville contra a Chapecoense estava prevista para a última a quarta-feira, às 21h. Entretanto, o mau tempo em Chapecó impediu que o time viajasse a Florianópolis e assim, o jogo foi adiado pela CBF (Conferedação Brasileira de Futebol) por 24h.

Dessa forma, o elenco do Joinville não pôde respeitar o intervalo de 72h recomendado entre os jogos. Por isso, o técnico Tite, mesmo após o Corinthians ter vencido seu rival por 3 a 0, se opôs ao calendário e criticou o curto tempo de recuperação do adversário.

"É desumano jogar na quinta-feira e domingo. Eu sei que foi um caso atípico, mas não pode. Qualquer que seja a equipe, não pode ter esse tipo de enfrentamento. Eu gostaria que vocês entrevistassem fisiologistas de futebol não treinadores. Tem que transferir para outra data", afirmou o treinador, em coletiva de imprensa na Arena Corinthians.

Na 23ª rodada, o mesmo aconteceu com o Cruzeiro. Seu adversário na partida de domingo, Figueirense, havia entrado em campo na quinta-feira anterior, pela 22ª rodada, não seguindo as recomendações de recuperação e sofrendo uma goleada de 5 a 1, após demonstrar desgaste no segundo tempo.

Sobre o duelo realizado às 11h da manhã - pela primeira vez para o Timão -, Tite contou como reagiu com a mudança. "É a minha primeira experiência em domingo de manhã. Acordei as três da manha pensando em tomar café, acordei mais duas vezes até despertar", revelou.

O técnico também aproveitou para felicitar a organização do Alvinegro e de cada departamento responsável pela preparação dos jogadores para atuarem em um horário incomum até então.

"Parabéns ao departamento médico, físico, à nossa nutricionista, os cozinheiros, que fizeram um trabalho excelente antes da partida. O torcedor corinthiano não imagina o quando de trabalho que esses pessoas fazem, vocês não imaginam. Se você não tiver energia, se não tiver essa capacidade de concentração, não sai... A vitória é de todos eles. Parabéns também aos jogadores, pela concentração em campo", finalizou.

Veja Mais:

  • Jô demonstrou desconforto durante viagem à Argentina

    Após polêmica, Jô demonstra forte abatimento; veja relato da viagem do Corinthians à Argentina

    ver detalhes
  • Romero conversou com a imprensa estrangeira no aeroporto da Argentina

    Com assédio a Romero e Cássio, delegação do Corinthians desembarca em Buenos Aires

    ver detalhes
  • Romero não marca há exatos 100 dias pelo Corinthians

    Idolatrado pela Fiel na Arena Corinthians, Romero completa exatos 100 dias sem gol

    ver detalhes
  • Jô marcou o único gol da vitória do Timão sobre o Vasco

    Falar a verdade ou assegurar vitória do Corinthians? Fiel vota no que faria se bola pegasse no braço

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes