Indiferente ao recorde, Tite preza pelo equilíbrio do Timão

Indiferente ao recorde, Tite preza pelo equilíbrio do Timão

Por Meu Timão

Tite valorizou equilíbrio do Timão

Tite valorizou equilíbrio do Timão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Se conquistar um resultado positivo contra o Internacional na noite desta quarta-feira, o Corinthians, além de ganhar pontos e manter-se inabalável na liderança do Campeonato Brasileiro, pode igualar o recorde de invencibilidade do campeonato nacional na era dos pontos corridos.

Há 17 partidas sem perder, o Timão está a um jogo de se equiparar às sequências obtidas pelo Atlético-PR, em 2004, e pelo São Paulo, em 2008. Porém, para o técnico Tite, os números não são prioridade no torneio.

"É segundo plano. Não é prioritário. É jogar dentro do campo adversário com naturalidade, fazer gol no Internacional. Nos últimos seis fora de casa fizemos gols. É uma agressividade, ponto de equilíbrio que a equipe está conseguindo manter independentemente dos seus problemas. Apressa o processo de entrosamento para cada função", explicou o treinador.

Pregando respeito ao Internacional e focado no confronto para apenas manter ou aumentar a distância do segundo colocado, Atlético-MG, na liderança, Tite não se apega ao retrospecto e nem mesmo à longa invencibilidade. Ainda assim, demonstrou que as estatísticas devem servir para auxiliar no entendimento do adversário.

"Falamos em maturidade, em defesa, em ataque, que o Internacional tem grandes resultados em casa nos últimos seis jogos, que vem de uma ascensão muito grande, que há seis jogos não toma gol em sua casa... Os números servem de interpretação. Conhecimento para interpretar", concluiu.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes