Por causa de Guerrero, Cássio não foi homenageado por atuação no Mundial

Por causa de Guerrero, Cássio não foi homenageado por atuação no Mundial

Por Meu Timão

Cássio foi eleito o melhor jogador do Mundial de Clubes de 2012

Cássio foi eleito o melhor jogador do Mundial de Clubes de 2012

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Um dos principais nomes da conquista do Mundial de 2012 foi o goleiro Cássio. Até agora, porém, uma homenagem que seria prestada a ele por sua atuação no Japão não foi feita. E o motivo não vai agradar em nada a Fiel: o atacante Paolo Guerrero.

Explicamos: uma cerimônia para colocar os nomes de Cássio e Guerrero na Calçada da Fama do Parque São Jorge estava marcada para o final do ano passado. No entanto, por causa da indefinição do peruano em relação ao seu contrato com o Timão, a homenagem foi adiada.

“A homenagem estava marcada, né? Infelizmente, não saiu. Não sei o que aconteceu. Ninguém comentou mais nada, e eu também não toquei no assunto. Quem sabe não possam fazer futuramente?”, explicou Cássio, em entrevista a "Gazeta Esportiva".

A versão oficial do clube é que a homenagem foi remarcada por questões logísticas, mas ainda não tem data definida para acontecer. O presidente Roberto de Andrade, pelo menos, já adiantou que o peruano deve ficar fora. Ele considera "deselegante" prestar algo do tipo a um atleta que joga em um outro clube.

Já o goleiro Cássio, prevê que além de não receber homenagem, Guerrero não terá vida fácil no dia 25 de outubro, quando retornará à Arena Corinthians pela primeira vez. “Falando bem honestamente, acredito que o Guerrero não será tão bem recebido pela torcida nessa partida, até por toda a repercussão da saída dele", disse.

"Vai ser legal enfrentá-lo. É um grande amigo, uma pessoa que respeito. Ele escolheu o lado dele, achou melhor sair do Corinthians. Não sei direito o que aconteceu, só que não houve acordo ou algo assim. Mas espero que seja muito feliz, desde que não marque gol contra nós”, completou.

Ao contrário do peruano, Cássio valoriza a importância que tem para o Corinthians e para os torcedores que serão sempre muito gratos pelas defesas da Libertadores e do Mundial de 2012.

“Ainda não tenho dimensão do que represento para o Corinthians. Consegui títulos importantes, mas não dá para saber qual é o tamanho disso. Quando parar e começar a levar os meus filhos no estádio, talvez eu tenha uma noção melhor. Hoje, fico muito feliz com o carinho que recebo até de torcedores de outras equipes. Trabalhei e me dediquei muito, mas foi também o Corinthians que me proporcionou isso, ressaltou.

"Estou muito feliz, adaptado. Já é o meu quarto ano de Corinthians. E, quando as coisas estão caminhando em um lugar em que você se sente bem, a tendência é sempre querer ficar. Pretendo permanecer o maior tempo possível ao lado dos meus companheiros. Esses que renovaram os seus contratos são jogadores importantes, bons de grupo. Fazem bem para a equipe porque trabalham bastante e gostam do clube”, finalizou.

Veja Mais:

  • Romero será um dos titulares na última partida do ano

    Libertadores, vingança e tributo: Corinthians encara Cruzeiro neste domingo

    ver detalhes
  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes