'Garçom' do Brasileirão, Jadson credita rendimento em 2015 ao técnico Tite

'Garçom' do Brasileirão, Jadson credita rendimento em 2015 ao técnico Tite

Por Meu Timão

4.0 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Jadson elogiou o técnico Tite

Jadson elogiou o técnico Tite

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Líder no ranking de assistências do Campeonato Brasileiro - somando oito, à frente de Giovanni Augusto, do Atlético MG e Giuliano, do Grêmio, ambos com sete -, o meio-campista Jadson vive uma das melhores fases de sua carreira. Artilheiro do Timão em 2015 - com 14 gols - e vice-artilheiro do Brasileirão - com 11, atrás apenas do santista Ricardo Oliveira, com 17 gols - o jogador projetou esta meta desde o início da temporada.

"Desde o começo do ano, coloquei algumas metas para mim. O comprometimento com o trabalho e com a comissão técnica ajudaram, a preparação física me ajudou muito no começo do ano, o Tite me deu confiança. Isso me ajudou a ter uma sequência boa. A regularidade é uma meta que eu tinha e estou conseguindo. Foram essas metas que coloquei, de regularidade, comprometimento e foco para conseguir um título pelo Corinthians", afirmou Jadson.

As marcas atingidas na competição nacional significam que o jogador teve participação direta em 19 dos 48 gols do Corinthians no torneio, quase 40% de todos os tentos da equipe. Todos esses números, Jadson credita ao técnico Tite.

"Ele (Tite) é responsável por 90% do meu rendimento nos jogos, é um treinador excepcional, consegue entender os jogadores, sempre quando fala é olho a olho, conversa com quem está saindo. Isso é bacana, os jogadores se dedicam mais e veem que tem transparência na comissão técnica. Todos falavam muito bem dele e hoje estou comprovando", revelou.

Desde que chegou ao Corinthians, no início de 2014, Jadson fez 91 jogos oficiais, marcou 21 gols e deu 32 assistências. Só nesta temporada, foram 49 partidas, 14 gols e 19 assistências. Antes do Timão, o jogador passou por clubes como Atlético-PR, Shakhtar Donetsk e São Paulo.

"Em cada clube que passei tive uma fase boa e consegui títulos, consegui reconhecimento. Deixei uma parte na história do clube. Aqui no Corinthians estou vivendo uma grande fase. Tenho uma chance de conquistar o título pelo Corinthians. Estou bem focado, é melhor momento aqui no Corinthians, pretendo continuar dessa maneira. Um dos meus objetivos era manter a regularidade no ano todo", concluiu o meia.

Veja Mais:

  • Corinthians de Ralf já respira mais tranquilo na luta contra a parte de baixo da classificação

    Jogos de domingo chegam ao fim, e Corinthians dobra distância para o Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ándrés Sanchez aparece do lado do presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e Ronaldo

    Presidente do Corinthians se reúne com presidente do Real Madrid em passagem pela Espanha

    ver detalhes
  • Avelar teve atuação contestada pela torcida após jogo desse sábado contra o Vasco

    Avelar admite queda de rendimento, lista possíveis motivos e diz que pode melhorar no Corinthians

    ver detalhes
  • Árbitro Wilton Pereira Sampaio foi bastante requisitado no tenso duelo entre Corinthians e Vasco

    Árbitro relata em súmula tentativa vascaína de intimidação na Arena Corinthians; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes