Tite tem dúvidas sobre benefícios da pausa no Brasileirão

Tite tem dúvidas sobre benefícios da pausa no Brasileirão

Por Meu Timão

Tite falou sobre a pausa no Campeonato Brasileiro

Tite falou sobre a pausa no Campeonato Brasileiro

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira enfrenta o Chile, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2018. Na terça-feira, o adversário será a Venezuela. Em virtude desses jogos, a CBF paralisou o Campeonato Brasileiro, visando evitar práticas prejudiciais aos clubes que tiveram jogadores convocados, como é o caso do Corinthians.

Sem Gil, Elias e Renato Augusto, o Timão só voltará aos gramados daqui a dez dias - contra o Goiás, no dia 15 de outubro, às 19h30, na Arena Corinthians. A longa e incomum pausa no campeonato causa dúvidas ao técnico Tite, que não está seguro se ela é benéfica à sua equipe.

"Palavra de honra que já me fiz essa pergunta e não sei a resposta", afirmou o treinador. "A gente está em uma situação tão legal, com um nível de desempenho tão bom, passando por adversidades como a do jogo com a Ponte, e vai quebrar uma sequência. É algo inevitável", completou, valorizando o bom momento corinthiano.

A parada no Brasileirão servirá, de fato, para recuperar os jogadores lesionados - Uendel, Guilherme Arana, Bruno Henrique e Cristian. "Minha resposta interior é seguir no ritmo. Mas não será assim. Então vamos procurar recuperar quem está machucado, treinar com quem está aqui e torcer para os outros não se machucarem (risos)", disse Tite.

Em outras ocasiões neste ano, o Corinthians também já passou por pausas superiores a cinco dias. Em agosto, passada a partida contra o Vasco - válida pela 16ª rodada do Brasileirão, no dia 29 de agosto -, o Timão também ficou dez dias afastado dos campos. A partida seguinte foi realizada somente no dia 9 de agosto, contra o São Paulo. Como deve ser feito na situação atual, a pausa foi utilizada para treinos físicos e táticos, mas também para o descanso. Ainda assim, no duelo que marcou a volta aos gramados depois da quebra de sequência, o placar não saiu do empate - 1 a 1.

Ainda no início da temporada, entre a partida contra o São Paulo, válida pela primeira fase da Libertadores, e a primeira das oitavas de final da mesma competição, contra o Guaraní-PAR, passaram-se treze dias sem que fosse realizado ao menos um jogo. Os dois jogos em questão tiveram o mesmo placar: 2 a 0 para o adversário.

Pouco depois, já pelo Brasileirão, foram exatos sete dias sem jogos entre as partidas contra Chapecoense e Fluminense. No jogo antes da pausa, o Corinthians venceu por 1 a 0, no depois, empatou em 0 a 0. Desta partida em diante, foi comum o período de seis dias entre os jogos do Timão, considerado "normal" no calendário.

Veja Mais:

  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes