Para não perder Brasileirão, Globo quer antecipar renovação com clubes

44 mil visualizações 117 comentários

Por Meu Timão

Globo quer antecipar acordo por Brasileirão até 2020

Globo quer antecipar acordo por Brasileirão até 2020

Reprodução / TV

Não há dúvidas de que o futebol brasileiro passa por um momento de questionamentos. E nesse cenário, as velhas estruturas começam a ser ameaçadas pela mudança. É o caso das propostas para formações de novas ligas, como a Liga Sul-Minas-Rio ou a Champions das Américas, desligadas das federações.

E esse movimento preocupa - e muito - um dos principais mecenas do futebol: a Rede Globo. Com contratos de transmissão do Brasileirão vigentes são válidos até 2018, a emissora carioca já pensa em tentar prolongar o vínculo dos direitos de transmissão até 2020, ajustando-se à nova realidade do futebol brasileiro.

Para isso, desde o último mês, reuniões estariam sendo feitas entre as partes envolvidas. No entanto, segundo a ESPN, o tratamento recebido pela emissora não foi exatamente o esperado e a proposta para prorrogação do contrato do Brasileirão - que não inclui luvas rentáveis - desagradou os clubes.

Só em 2015, por exemplo, o Corinthians recebeu cerca de R$ R$ 120 milhões da Rede Globo, referentes às cotas de TV do Campeonato Brasileiro. Em 2016, a previsão é que o montante aumente para R$ 170 milhões. O valor é notoriamente mais alto, se comparado aos outros clubes brasileiros - fato explicado pela atratividade do Corinthians em relação aos demais.

Não se ignora que, no caso do Timão, as luvas ajudariam e muito a situação financeira do clube, que vive momento de acerto de contas. Porém, o clube espera pacientemente o fim da movimentação. Por enquanto, o Corinthians prefere não fechar portas, mas fica longe da liderança das novas ligas.

O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, chegou a ser convidado por Alexandre Kalil (representante do Atlético-MG e presidente da nova liga) para assumir a presidência do grupo dissidente, mas o dirigente corinthiano preferiu recusar o convite.

Além do Timão, outros 16 times têm acordo com a Globo por mais três temporadas. Depois disso, o futuro das transmissões é cenário incerto e pode mudar. Sem a CBF, a Rede Record, que há anos tenta disputar com a emissora carioca os eventos esportivos, pode entrar investir de forma mais pesada.

Veja Mais:

  • Vagner Mancini deu folga nesta quinta-feira, mas elenco trabalhará em dois períodos sexta e sábado e também na manhã de domingo

    Mancini altera programação e faz treinos em dois períodos de olho na parte física do Corinthians

    ver detalhes
  • Jogo contra o Vasco teve transmissão na grade aberta da televisão

    Arma contra Libertadores, Corinthians já iguala número de transmissões entre TV aberta e Premiere

    ver detalhes
  • Boselli ficou no banco os 90 minutos e Cantillo ainda nem jogou com Mancini; Otero corre risco

    Estrangeiros do Corinthians perdem espaço com Vagner Mancini; dois deles podem sair

    ver detalhes
  • Corinthians perde para o Avaí por 3 a 0 no Brasileirão Sub-23

    Corinthians sofre com erros e perde para o Avaí no Brasileirão Sub-23

    ver detalhes
  • Mancini elogiou a atuação de Mantuan na última quarta-feira

    Vagner Mancini define Mantuan como joia do Corinthians e afirma: 'Vai nos ajudar muito'

    ver detalhes
  • Cauê marca contra o Santos e coloca o Corinthians na liderança do Brasileirão Sub-20

    Promessa do Corinthians comenta bastidores de experiência no profissional e destaca força do Sub-20

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: