Cássio fala do reencontro com Sheik e Guerrero e evita fazer planos

Cássio fala do reencontro com Sheik e Guerrero e evita fazer planos

Por Meu Timão

Cássio fala sobre reencontro com ex-Timão

Cássio fala sobre reencontro com ex-Timão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No próximo dia 25, o Timão recebe o Flamengo na Arena Corinthians, em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com todos os ingressos esgotados, a Fiel anseia pelo reencontro com Emerson Sheik e Paolo Guerrero, atualmente no clube carioca. Além da torcida, o elenco alvinegro também já começa a sentir a pressão do confronto.

"Difícil. Estávamos acostumados, principalmente com o Guerrero. Vai ser complicado. O Emerson saiu (em 2014), ele não ficou, não teve essa sequência. O Guerrero ficou, acho um dos maiores atacantes do futebol brasileiro", afirmou o goleiro Cássio, em participação ao programa "Boa Noite Fox" desta segunda-feira.

Ambos em fim de contrato, os dois atacantes deixaram o clube do Parque São Jorge em situações distintas. Enquanto Sheik não teve seu contrato renovado de forma amigável - com direito até a homenagem de despedida -, o peruano pediu para ser liberado pouco antes do término do seu vínculo, que também não seria renovado por motivos financeiros.

Consolidado no Corinthians, Cássio está em uma situação diferente dos ex-companheiros. Com contrato válido até dezembro de 2018, porém, o goleiro ainda não pensa em se aposentar no Timão.

"Não sei, difícil falar sobre isso. Não sei se amanhã o Corinthians vai me querer também, já vimos tantos casos de jogadores... Prefiro viver o momento, me manter focado", disse.

Ainda sobre uma possível saída, concluiu respondendo se jogaria em algum clube rival. "Eu não sei. Eu defendo meu clube, tenho três anos de contrato. É difícil falar", finalizou Cássio.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes