Corinthians pagou mais de R$ 6 milhões a federações por jogos na Arena

28 mil visualizações 83 comentários

Por Meu Timão

Metade da arrecadação bruta com bilheteria em Itaquera deixa de entrar aos cofres alvinegros

Metade da arrecadação bruta com bilheteria em Itaquera deixa de entrar aos cofres alvinegros

Meu Timão

Inaugurada em maio de 2014, a Arena Corinthians tem sido uma das principais armas do Timão dentro e fora de campo. Além de impulsionar a Fiel, o estádio alvinegro promoveu um aumento significativo na arrecadação do clube com bilheteria e programa de sócios-torcedores. No entanto, se não fossem os encargos abusivos das federações, o valor angariado pela gestão corinthiana seria maior.

De acordo com o jornal LANCE!, o Corinthians teve de repassar R$ 6,3 milhões à FPF (Federação Paulista de Futebol) e à Conmebol – a quantia é referente aos 48 jogos disputados pelo Timão dentro de seus domínios. Explica-se: a entidade paulista cobra 5% da receita bruta das partidas locais. Já a confederação sul-americana recolhe o dobro – 10% - em seus compromissos da Taça Libertadores.

Para efeito de comparação, R$ 529.235,40 foram destinados às duas organizações no clássico entre Corinthians e São Paulo, em 18 de fevereiro, pelo torneio continental. As cifras correspondem a 15% da arrecadação bruta do confronto, a maior da história do estádio alvinegro.

Ainda segundo a publicação, dos quase R$ 100 milhões de receita da casa corinthiana, apenas R$ 57,3 milhões serão embolsados pelo clube – o valor final é calculado após o pagamento das despesas: impostos, segurança pública, arbitragem, ambulâncias, funcionários e, por fim, taxas de federações.

A delicada situação já havia sido adiantada por Andrés Sanchez, ex-presidente e atual superintendente de futebol do Corinthians. Ao detalhar a conta total da Arena, em agosto, o cartola revelou que o clube arrecada somente metade da renda bruta das partidas do Timão em Itaquera.

“O Corinthians gasta de R$ 2,5 mi a R$ 3,5 milhões por mês. A conta que eu faço é o seguinte: deu R$ 3 milhões em renda, o clube não fica com mais de 50%. Quando bem trabalhado, é no máximo 50%, com imposto, pessoas que têm que trabalhar no dia, ISS (Imposto Sobre Serviços), um monte de coisa...”, disse, em entrevista ao SporTV.

Veja Mais:

  • Corinthians visitou o Fluminense neste sábado

    Corinthians é dominado pelo Fluminense e toma goleada no Maracanã

    ver detalhes
  • Goleiro Cássio foi escolhido como o melhor em campo em goleada sofrida pelo Corinthians

    Cássio é eleito o melhor do Corinthians em tarde de notas baixíssimas; zagueiro beira o zero

    ver detalhes
  • Cássio e Mantuan durante partida contra o Fluminense

    VP diz que Corinthians correu risco 'calculado', mas afirma que não havia perdido assim na carreira

    ver detalhes
  • Corinthians teve diversos desfalques e acabou goleado pelo Fluminense após má atuação no Maracanã

    Má atuação e preocupação com Biro: torcida do Corinthians repercute derrota para o Fluminense

    ver detalhes
  • Guilherme Biro disse que conversa no vestiário após goleada foi de apoio e foco para buscar vitória contra o Boca Juniors

    Biro revela conversa no vestiário e diz que derrota não deve influenciar Corinthians na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians assumiu a liderança isolada de seu grupo no Paulista Sub-17

    Corinthians vence Mirassol e mantém liderança com 100% de aproveitamento no Paulistão Sub-17

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x