Às vésperas de reencontro, Love se compara com Guerrero

Às vésperas de reencontro, Love se compara com Guerrero

Por Meu Timão

Vagner Love e Guerrero em ação na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP, pelo Campeonato Paulista

Vagner Love e Guerrero em ação na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP, pelo Campeonato Paulista

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Autor de dois gols na goleada sobre o Atlético-PR, Vagner Love recuperou muito mais que o bom futebol. Responsável pela coletiva após o treino desta quarta-feira, o atacante mostrou confiança ao dizer sobre o reencontro com o Flamengo, onde jogou entre 2010 e 2012. Descontraído, o camisa 99 ainda falou sobre Paolo Guerrero, ex-jogador do Timão.

“A gente se tratava bem, não tinha tanta intimidade como tenho com outros. Mas aqui todo mundo se dá muito bem”, declarou Vagner Love, que está pendurado e pode virar desfalque na partida contra o Atlético-MG, segundo colocado do Campeonato Brasileiro.

“Sobre (o Guerrero) voltar e jogar contra o ex-clube, a torcida deve estar magoada pela forma como saiu, mas a torcida deve entrar apoiando, nós que estamos aqui, torcer como eles vêm fazendo. Vamos entrar com força para conseguir o resultado positivo”, avisou o centroavante.

Criticado pelas constantes más atuações, Vagner Love recondicionou a forma física e o faro de artilheiro – já são dez gols marcados até aqui, número inferior apenas aos de Ricardo Oliveira (Santos), Lucas Pratto (Atlético-MG) e Jadson. Além disso, ele se mantém à frente de Alexandre Pato, do São Paulo, e Paolo Guerrero, do Flamengo.

“Dá confiança, são dois jogadores de alto nível. Pato de Seleção Brasileira, Guerrero da seleção do seu país. Estar à frente deles dá confiança e vontade de fazer mais. Aumentando minha média, vou ajudar o Corinthians”, admitiu o atacante, que evitou dar palpites sobre a reação da torcida alvinegra ao rever o peruano na Arena Corinthians.

“Vai ser complicado. O Guerrero vai vir e vai querer correr mais. Mas a torcida fica à vontade. Se quiserem vaiar, vão vaiar. Vamos fazer o nosso. Eles vão nos incentivar... Guerrero ganhou o título mais importante da história do clube, mas a torcida tem de ir no jogo para nos apoiar”, completou.

Veja Mais:

  • Cássio foi presenteado por Dona Lina no encontro dos dois no CT Joaquim Grava

    Com presente guardado há cinco anos, corinthiana de 87 anos realiza sonho de conhecer Cássio

    ver detalhes
  • Felipe, Malcom e Gil foram vendidos pelo Corinthians em 2016

    Venda de atletas e luvas da TV fazem Corinthians ter maior arrecadação da história em 2016

    ver detalhes
  • Diga xis! Confira o novo álbum 3x4 do elenco do Corinthians

    Diga xis! Confira o novo álbum 3x4 do elenco do Corinthians

    ver detalhes
  • Danilo treinou com bola no campo; meia é preparado para o Brasileirão

    Danilo trabalha com bola e fica perto da volta; veja o que rolou no dia do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes