Cássio admite ansiedade por convocação e vê falhas como aprendizado

Cássio admite ansiedade por convocação e vê falhas como aprendizado

Por Meu Timão

Em grande fase no Corinthians, Cássio foi a novidade da lista de convocados por Dunga nesta quinta-feira

Em grande fase no Corinthians, Cássio foi a novidade da lista de convocados por Dunga nesta quinta-feira

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Cássio teve motivos de sobra para comemorar na manhã desta quinta-feira. Titular do Corinthians há mais de três anos, o goleiro foi convocado pelo técnico Dunga para defender a Seleção nos jogos contra Argentina e Peru, nos dias 12 e 17 de novembro, pelas Eliminatórias. Em entrevista coletiva, ele admitiu que estava ansioso pelo retorno ao time verde-amarelo.

“Confesso que fiquei ansioso antes da convocação por ter grande possibilidade de ir. Agora tenho que agir naturalmente, continuar fazendo o que estou fazendo aqui, estou indo lá por ter méritos no clube. Vou tentar fazer a mesma coisa lá, me dedicar a cada treinamento para me firmar na Seleção”, afirmou o camisa 12, que treinava na academia do CT Joaquim Grava no momento do anúncio de Dunga.

“Fico muito feliz por ter sido convocado, um dos meus objetivos era voltar à Seleção. Eu estava aqui no CT, fazendo trabalho na bicicleta, de musculação, estava acompanhando a convocação e fiquei muito feliz”, declarou o arqueiro.

Esta é a terceira vez que Cássio é chamado para jogar pela equipe canarinho. Em 2007, ele acabou lembrado por Dunga quando ainda atuava pelo PSV Eindhoven, da Holanda. Já em 2012, o corinthiano ganhou nova chance com Mano Menezes, mas pouco entrou em campo. O jogador do Timão substituirá o gremista Marcelo Grohe, ausente na lista.

“Venho fazendo bom Campeonato Brasileiro, tendo regularidade boa, fico feliz de ser convocado. Estou indo para ajudar, se vou jogar não sei. Farei meu melhor. Estou indo lá para trabalhar com grandes profissionais, como Taffarel, tenho muito a crescer”, explicou, além de relembrar falhas no início da temporada – como contra o Guaraní (PAR), pela Libertadores.

“Passei por situações de cobrança, que errei em momentos decisivos, e voltei a ter regularidade. Esse ano tive poucas falhas, mas é um ano positivo, chego agora bem mais maduro e experiente do que em 2012”, finalizou.

Veja Mais:

  • Atacante turco teve a pior nota média da derrota contra a Ponte Preta

    Estreia do Corinthians tem Kazim e Romão com piores notas para a Fiel; Carille também vai mal

    ver detalhes
  • Com trabalho intensificados, Sheik vai ter pouco tempo para cruzar os braços no CT

    Comissão técnica prepara plano para acelerar retorno de Sheik aos gramados; entenda

    ver detalhes
  • Jadson perdeu um pênalti contra a Ponte Preta

    Jadson perde pênalti, ataque é ineficaz, e Corinthians perde na estreia do Paulistão

    ver detalhes
  • Kazim foi o centroavante do Corinthians contra a Ponte Preta

    Vaquinha por Dourado, torcedor astronauta... Fiel detona Kazim após derrota do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes