Malcom explica mudanças feitas por Tite para mantê-lo na equipe

Malcom explica mudanças feitas por Tite para mantê-lo na equipe

Por Meu Timão

Malcom marcou quatro gols nos últimos quatro meses no Corinthians

Malcom marcou quatro gols nos últimos quatro meses no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O atacante Malcom não vive um de seus melhores momentos no Corinthians. Com apenas quatro gols nos últimos quatro meses, o jogador foi questionando e sua ida para o banco de reservas foi muito pedida.

Mesmo assim, o técnico Tite o manteve na equipe titular. Com um melhor desempenho, principalmente na marcação, Malcom explica o que levou o treinador a mantê-lo no time e quais foram as mudanças propostas por Tite para que isso acontecesse.

"Eu não sabia marcar, ainda mais acompanhar até o final o lateral. Eu coloquei na minha cabeça que eu tenho que defender, mas também tenho que pensar em atacar e entrar na área. Ele fala para mim que, antes de tudo, eu tenho que dominar bem. Depois, eu posso fazer o que quiser, ir para cima, tocar e sair, dribles. Mas, primeiramente, ele quer que eu domine a bola e ajude na marcação. É o que eu estou fazendo e ele está me mantendo no time", explicou Malcom, em entrevista ao programa Seleção SporTV.

Além de guiar Malcom em uma melhora dentro de campo, o treinador também foi responsável pela evolução da equipe após as eliminações no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores desse ano.

"O Tite colocou na nossa cabeça que a gente saiu do Paulista invicto, sem perder, e teve um aprendizado na Libertadores. A gente continuou concentrado, amadureceu como equipe e colocou em prática no Brasileiro. Está dando tudo certo para a gente. Com o nosso esforço e o nosso trabalho, estão acontecendo as vitórias", finalizou Malcom.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes