Andrés acredita em acerto do naming rights 'a qualquer momento'

Andrés acredita em acerto do naming rights 'a qualquer momento'

Por Meu Timão

Andrés Sanchez demonstrou confiança em relação ao naming rights

Andrés Sanchez demonstrou confiança em relação ao naming rights

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

No último jogo do Corinthians, o superintendente de futebol do clube, Andrés Sanchez, voltou a falar sobre o tão esperado acerto do naming rights da Arena. Para ele, o acordo pode ser anunciando "a qualquer momento".

"Realmente negociamos e a qualquer momento será anunciado. Espero eu que até o fim do ano, ou até o começo do ano, esteja tudo certo. Acredito que em poucas semanas poderemos anunciar isso aí", declarou o ex-presidente, na zona mista da Arena.

Andrés evitou falar de valores. Sem deixar claro de quanto seriam as propostas, o ex-presidente afirma que pode ser até superior aos R$ 400 milhões que são especulados.

"Não vamos falar de valores. É mais do que a gente queria, menos do que necessitávamos. Mais do que isso (R$ 400 milhões). O Corinthians nunca falou em valores, eles foram expostos na mídia. O valor é bom, será muito bom pro Corinthians e é uma coisa que temos que nos acostumar no futebol brasileiro", explicou.

Independente de quando e quanto será o naming rights, o dinheiro já tem destino: "Todo o dinheiro que é vendido aqui dentro, seja do sorvete ao misto quente, é revertido pro fundo", finalizou Andrés.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes