De férias no Brasil, Dentinho reencontra Cristian e fala sobre volta ao Timão

De férias no Brasil, Dentinho reencontra Cristian e fala sobre volta ao Timão

Por Meu Timão

26 mil visualizações 109 comentários Comunicar erro

Dentinho recebeu o amigo Cristian em sua casa

Dentinho recebeu o amigo Cristian em sua casa

Foto: Reprodução - Instagram

O corinthiano Dentinho está curtindo alguns dias de férias no Brasil, e aproveitou para reencontrar colegas de sua época de Corinthians. Cristian, que atuou ao lado do atacante em 2008 e 2009, compareceu a um evento na casa do amigo, com direito a churrasco e um grupo de pagode.

E quando o assunto é o Timão, voltam à tona as perguntas sobre sua possível volta ao clube do Parque São Jorge. Isto porque, no meio da atual temporada, o Corinthians tentou trazer o atleta de volta, mas foi impedido pela diretoria do seu clube atual, o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Ainda assim, quando questionado se voltaria a vestir a camisa do Timão, o atacante responde sem hesitar.

"Vontade não falta. Tem que ver com o pessoal do Shakhtar. Era para eu ser campeão brasileiro, mas não me liberaram aqui. Vamos ver o que acontece. Meu amor pelo Corinthians é muito grande. Sempre vai ser a primeira opção. Não depende só de mim. E se o Corinthians não quiser? Basta conversar com o Shakthar", disse Dentinho, em entrevista ao jornal LANCE!.

No mês de junho, Dentinho visitou o CT Dr. Joaquim Grava e chegou até mesmo a treinar nas dependências corinthianas, para manter a forma física enquanto aproveitava seus dias de folga. Com isso, surgiram as conversas entre os dois clubes, e o próprio atacante confirmou o convite da diretoria alvinegra.

"Falei com o Edu (Gaspar) na salinha. Ele perguntou se eu tinha interesse em voltar. Falei: 'Topo na hora, volto bastante feliz'. Ele foi conversar com o Tite. O Tite falou na hora que poderia me trazer. Fiquei um tempo treinando escondido, para ver se o Shakhtar me liberaria, se não, seguia a vida. Infelizmente, não deu certo. Família toda estava muito feliz. Queria voltar a vestir o manto sagrado. Pelo menos sou sincero. Muitos caras escondem o time, mas sou profissional", contou o jogador.

"Meu empresário falou que o treinador não queria me liberar. Ele disse que ia me dar oportunidade. Todos os jogadores que estiveram aqui no Shakhtar estavam nervosos, sem ter oportunidade. Coloquei que queria sair, ter oportunidade em outro clube. Tenho bola para jogar em qualquer clube do mundo. A gente sempre quer ser titular. Meu contrato acaba em 2017. É sentar durante a janela de transferências e falar com o Shakhtar", completou, justificando a negativa do time da Ucrânia.

Depois do ocorrido, o Corinthians não se pronunciou mais sobre o assunto, e Dentinho revelou que não foi procurado novamente pelo Timão. "Ainda não (voltou a procurar). Mas sei que devo ter paciência. Em algumas outras janelas tive propostas de outros clubes. Tem que conversar com a família também", concluiu o jogador.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez e Carlos Elias detalharam informações de troca de ingressos para treino aberto

    Corinthians divulga informações do treino aberto na Arena antes de decisão contra Flamengo

    ver detalhes
  • Ídolo do Timão, Sócrates foi um dos pilares da Democracia Corinthiana

    Jornalista palmeirense sai em defesa da Democracia Corinthiana ao criticar Felipe Melo

    ver detalhes
  • Diego Tardelli, há quase quatro anos no Shandong Luneng, volta a ser especulado no Corinthians

    Contratação de Tardelli pelo Corinthians já havia sido especulada outras vezes; relembre

    ver detalhes
  • Paciência para construir, falta de pontaria na frente: o que dá pra tirar da virada diante do Sport

    Mais de 500 passes, 70% de posse, poucas finalizações: os números da virada corinthiana na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes