Lembrado por Eto'o, Edilson volta ao futebol profissional

Lembrado por Eto'o, Edilson volta ao futebol profissional

Por Meu Timão

Capetinha deu uma bela caneta em Karembeu no Mundial de Clubes em 2000

Capetinha deu uma bela caneta em Karembeu no Mundial de Clubes em 2000

Foto: Reprodução

Apostar em grandes jogadores já aposentados tem sido a solução para os clubes regionais mais modestos do Brasil. Desta vez, o atacante Edilson, ídolo da torcida do Timão e apelidado de Capetinha, foi a aposta de um clube da Série B1. Aos 45 anos, o jogador vai disputar a quarta divisão do Campeonato Paulista pelo Taboão da Serra, no próximo ano.

Pentacampeão do mundo com a Seleção Brasileiro, em 2002, Edilson sagrou-se ídolo do Corinthians e fez história com seu jeito irreverente.

Recentemente, o atacante Samuel Eto'o, ex-jogador do Barcelona, relembrou o lance que para muitos simboliza a conquista do Timão no Mundial de 2000: a caneta de Edilson em Karembeu. Do lado de fora dos gramados, apenas assistindo a partida, o atacante camaronês relata a belissíma jogada que ainda está em sua memória, que marca a passagem do atleta no Corinthians.

Longe dos gramados desde 2010, quando defendia o Bahia, Capetinha retorna para a temporada 2016, e estra em campo nas partidas que o clube for o mandante - como estabelecido em seu contrato.

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes