Diretoria nega liberação sem multa e Ralf pagará do próprio bolso para ir a China

Diretoria nega liberação sem multa e Ralf pagará do próprio bolso para ir a China

Por Meu Timão

Ralf vai pagar multa para conseguir liberação para ir a China

Ralf vai pagar multa para conseguir liberação para ir a China

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O volante Ralf deixou o Corinthians nesta quinta-feira, mas precisou desembolsar um dinheiro do seu próprio bolsa para rescindir com o clube do Parque São Jorge. O Beijing Guoan fez a proposta, mas não se dispôs a pagar a multa rescisória de seu contrato com o Timão.

Segundo o UOL Esporte, o volante vai tirar do próprio bolso o valor de R$ 4 milhões de reais para pagar ao Corinthians por sua liberação. Ralf chegou a pedir para a diretoria uma liberação sem custos, mas o pedido foi negado.

O jogador ainda tinha apenas um pré-contrato assinado com o Timão. A renovação por mais dois anos seria assinada em breve. Por isso, a multa rescisória é baixa. O estafe de Ralf garante que o clube não chegou a pagar as luvas que foram acordadas entre as partes para que o jogador aceitasse renovar com o Corinthians.

Ralf vai jogar novamente ao lado de Renato Augusto, que também foi comprado pelo time chinês. Ao contrário do volante, o Beijing Guoan pagou cerca de R$ 35 milhões para tirar o meia do Timão. Ralf assina por dois anos, enquanto Renato fica por três.

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes