Candidato da oposição, Paulo Garcia esculacha diretoria e a saída de jogadores do elenco do Timão

Candidato da oposição, Paulo Garcia esculacha diretoria e a saída de jogadores do elenco do Timão

Por Meu Timão

Paulo Garcia disputou a presidência do Corinthians na última eleição

Paulo Garcia disputou a presidência do Corinthians na última eleição

Foto: Divulgação

A debandada de jogadores, que assombra o Corinthians no início da temporada de 2016, começou dar voz a oposição da diretoria alvinegra. Concorrendo a vaga de presidente na última eleição com Roberto de Andrade, Paulo Garcia foi a imprensa para criticar as medidas adotadas pela cúpula nas saídas dos atletas.

Para Garcia, empresário e com cargo vitalício no clube, a culpa não está nos chineses- mesmo com os altos valores oferecidos pelo mercado aos atletas nos últimos dias -, mas sim na forma que a diretoria tem conduzido as negociações e contratos.

“Como é que é? O Corinthians ganha o Campeonato Brasileiro de maneira impressionante, valoriza seus jogadores no mercado exterior, Renato Augusto é o melhor de todo o país… Mesmo assim a diretoria mantém os mesmos contratos, com multas rescisórias e salários baixos e depois reclama que os chineses chegam e levam todo mundo? Por favor. A culpa não é dos chineses, mas da falta de visão do Corinthians”, disse em entrevista ao blog do Cosme Rímoli

Segundo o empresário, a diretoria eleita não consegue pensar em um bom futuro para a equipe do Parque São Jorge, tendo em vista que perde muitos jogadores por valores abaixo do mercado. Com as saídas dos considerados craques da temporada, Garcia desabafou: "A falta de visão. Porque se o lucro fosse estupendo, maravilhoso, ainda vá lá. Mas o Corinthians de uns tempos para cá só tem jogador fatiado. Nem essas multas baixas ficam inteiras para o clube. Não sou contra empresários (seu irmão Fernando é dono da Elenko Sports com nove atletas do elenco do Timão). Só acho que o Corinthians deveria brigar para ter sempre a grande maioria dos direitos de seus jogadores. E não tem. Esse desmanche não resolverá a vida do clube. Muito pelo contrário. É um desperdício".

Roberto de Andrade veio à público criticar a postura de jogadores e dos clubes chineses. Porém, assim como o atual presidente, o empresário teme pelo futuro da temporada do alvinegro. Com a saída de muitos jogadores do elenco (Renato Augusto, Jadson, Vágner Love, Ralf, Edu Dracena e Cássio), Garcia acredita que o Timão não terá vida fácil nas competições que irá disputar e teme a saída de ainda mais atletas:

“Infelizmente, aquela confiança, aquela euforia que todos nós vivíamos, não é mais a mesma. O que eu não me conformo é que tudo isso não é por acaso. Não deveria ser surpresa. Colocar a culpa nos chineses é fácil e não é justo. Quem manda deveria assumir a falta visão. Do poder de avaliação. Esse desmanche poderia ter sido evitado. Todos no Parque São Jorge sabem disso. E, infelizmente, está longe de acabar”, concluiu.

Veja Mais:

  • Dudu revelou que jogadores do Palmeiras tinham conhecimento de confusão feita pelo árbitro no clássico

    Atacante palmeirense diz por que não avisou árbitro de erro em expulsão de Gabriel

    ver detalhes
  • Jadson treinou nesta quinta-feira e não será problema para final no Moisés Lucarelli

    Jadson volta, e Carille ensaia escalação do Corinthians para primeira decisão do Paulista

    ver detalhes
  • Fiel esgotou bilhetes colocados à venda no Fiel Torcedor

    Em menos de uma hora, torcida do Corinthians esgota ingressos para decisão do Paulista

    ver detalhes
  • Estreia da camisa preta será neste domingo, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli

    Corinthians define data de estreia do novo uniforme reserva

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes