Tite muda de ideia e define equipe reserva contra o Strikers

Tite muda de ideia e define equipe reserva contra o Strikers

Por Meu Timão

Vilson deve fazer sua estreia com a camisa do Corinthians

Vilson deve fazer sua estreia com a camisa do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Apesar de ter sinalizado na última coletiva que manteria o time titular para o duelo contra o Fort Lauderdale Strikers, o técnico Tite mudou tudo no treinamento desta sexta-feira. O comandante definiu a equipe reserva como a que deve iniciar o amistoso deste sábado.

Em um campo separado, o treinador escalou a seguinte equipe: Matheus Vidotto, Edílson, Pedro Henrique, Vilson e Arana; Cristian; Lucca, Gustavo Vieira, Moisés e Marlone; Mendoza.

O amistoso será uma boa oportunidade para dois reforços. O zagueiro Vilson e o lateral Moisés irão atuar pela primeira vez com a camisa alvinegra.

Todos os titulares das duas primeiras partidas do ano permaneceram em outro campo, fazendo atividade de dois toque. Depois, junto com os reservas que não estavam treinando com time, realizaram um coletivo. Os goleiros Caíque França e Douglas jogaram na linha. Marciel, que tem negócio certo com o Cruzeiro, também ficou nesse grupo.

Esse é o último treino do Timão nos Estados Unidos. Após a atividade, a delegação embarca para Fort Lauderdale, onde disputa o amistoso deste sábado. São cerca de três horas de viagem. No domingo, todos retornam para o Brasil.

Veja Mais:

  • Gilberto estava no São Paulo e agora negocia com o Corinthians

    Gilberto explica recusa ao Corinthians no passado e pede chance à Fiel: 'Quero ser mais um louco'

    ver detalhes
  • Emerson Sheik é esperado no CT do Corinthians na parte da tarde

    Zagueiro vai ao CT do Corinthians; Sheik e Matheus Vital são esperados no período da tarde

    ver detalhes
  • Timãozinho encara o Avaí em busca da classificação às quartas da Copinha

    Confira como assistir ao vivo à partida decisiva do Corinthians na Copinha

    ver detalhes
  • Henrique Dourado ainda pode reforçar Corinthians em 2018

    'Caso Gilberto' e atrito político: por que Corinthians ainda pode contratar Henrique Dourado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes