Suspensa, Gaviões da Fiel volta a protestar na sede da FPF

Suspensa, Gaviões da Fiel volta a protestar na sede da FPF

Por Meu Timão

A Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Corinthians, voltou a protestar nesta quarta-feira contra a atual administração da Federação Paulista de Futebol (FPF). Assim como no último domingo (31), centenas de torcedores carregaram faixas e bandeiras em direção à sede da entidade, localizada no bairro da Barra Funda, em São Paulo.

Proibida de entrar em estádios paulistas por 60 dias, a torcida organizada tem ido às ruas para mostrar repúdio à FPF. Em nota divulgada na última sexta, a Gaviões criticou o valor abusivo dos ingressos impostos pela entidade, além de se opor à elitização e ao “esbranquiçamento das arquibancadas”.

“Estamos a caminho da sede da FPF para mais um protesto! #‎NãoAoFutebolModerno”, publicou a torcida em uma de suas redes sociais. No último dia 27, a Gaviões foi punida pela própria entidade pelo uso de sinalizadores durante o jogo entre Corinthians e Flamengo, pela final da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

“Achamos que a molecada da base, ao ter a oportunidade e privilégio de jogar em um Pacaembu lotado, merecia a festa que sempre fizemos com muito gosto e orgulho, para todos que vestiram a camisa do Corinthians”, justificou o grupo, impedido de acessar os estádios de São Paulo até o fim de março.

Confira a publicação da Gaviões da Fiel sobre o protesto desta quarta

Estamos a caminho da sede da FPF para mais um protesto!#NãoAoFutebolModerno

Publicado por GRÊMIO GAVIÕES DA FIEL TORCIDA em Quarta, 3 de fevereiro de 2016

Veja Mais:

  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes
  • Sheik beijou escudo do Corinthians ao ser apresentado

    Sheik faz juras de amor ao Corinthians e relembra jogo na Arena pela Ponte: 'Foi estranho'

    ver detalhes
  • Sheik recebeu camisa das mãos do gerente de futebol Alessandro Nunes

    Acostumado a jogar com camisa 11, Sheik revela ideia 'irada' sobre novo número

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes