Veja o que mudou no Corinthians e no São Paulo desde a goleada por 6 a 1

Veja o que mudou no Corinthians e no São Paulo desde a goleada por 6 a 1

Por Meu Timão

Reserva em 2015, Romero ganhou oportunidade na goleada contra o rival e hoje é um dos titulares do Corinthians

Reserva em 2015, Romero ganhou oportunidade na goleada contra o rival e hoje é um dos titulares do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Corinthians e São Paulo voltam a se enfrentar neste domingo, pouco menos de três meses depois da histórica goleada por 6 a 1 do Timão sobre o rival, na Arena Corinthians. Na época, o Alvinegro já havia conquistado o título do Campeonato Brasileiro e, com um time misto, surpreendeu o clube do Morumbi.

De lá para cá, os dois times tiveram grandes mudanças. Do lado do Corinthians, a perda de jogadores importantes no início do ano. Já o São Paulo trocou de treinador. Às vésperas de mais um clássico, o Meu Timão faz uma comparação entre as equipes que entraram em campo na goleada do dia 22 de novembro de 2015 e as que devem jogar neste domingo, às 17 horas.

O Corinthians – Como o Corinthians já havia conquistado o título do Brasileiro, Tite resolveu dar oportunidade para jogadores que não tiveram tanto espaço ao longo da temporada e escalou um time misto. A equipe que entrou em campo era formada por Cássio; Fagner, Felipe, Edu Dracena e Uendel; Ralf, Bruno Henrique, Danilo, Rodriguinho e Lucca; Romero.

Ficaram de fora do jogo Gil, Jadson, Renato Augusto, Elias, Malcom e Vágner Love, titulares na campanha do hexacampeonato. Destes, apenas Elias permanece no clube. Do time que venceu o São Paulo, Edu Dracena e Ralf saíram.

Atualmente, o time misto que venceu o rival no Brasileiro do ano passado forma a base do time titular do Corinthians de 2016, que ainda tem novos reforços se adaptando, como Guilherme, Giovanni Augusto e André. Romero é o principal exemplo dessa transição. Sem grandes atuações na última temporada, o atacante brilhou contra o São Paulo e vem tendo um bom desempenho neste ano, sendo o responsável por dois dos quatro gols do Alvinegro no Campeonato Paulista

O São Paulo – A semelhança do São Paulo com o Corinthians é que o time que entrou em campo na goleada por 6 a 1 segue sendo a base da equipe para 2016. No entanto, na época, a equipe comandada pelo interino Milton Cruz já jogava com os titulares. A grande mudança aconteceu fora das quatro linhas, com a chegada do técnico Edgardo Bauza.

O Tricolor que perdeu para o Corinthians no último duelo era formado por Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos; Hudson, Wesley, Thiago Mendes e Michel Bastos; Rogério e Alan Kardec.

Destes, muitos ainda passaram a assumir um papel de maior importância no clube, como é o caso de Denis, que virou titular após a aposentadoria de Rogério Ceni, e Michel Bastos, que herdou a faixa de capitão do ex-goleiro. Alan Kardec, que perdeu pênalti do clássico, também é apontado como um dos principais nomes, apesar de passar a ter a concorrência do argentino Calleri, que foi contratado recentemente e vem agradando o técnico e a torcida.

O jogo – Enquanto o Corinthians vê os antigos reservas assumindo papéis importantes para suprir a perda dos pilares do time de 2015, o Tricolor mantém a base utilizada e tem a chegada do novo treinador como principal mudança no ano.

No entanto, para o duelo deste domingo não é possível analisar apenas os atuais times titulares das duas equipes, já que ambos os clubes entrarão no clássico com times mistos devido aos compromissos na Copa Libertadores no meio da semana.

Com oito mudanças em relação ao time que venceu o Capivariano, na quinta-feira, o Corinthians deve entrar em campo com Cássio, Fagner, Felipe, Yago e Guilherme Arana; Bruno Henrique; Giovanni Augusto, Maycon, Rodriguinho e Lucca; André. A nova formação foi treinada pro Tite no treinamento deste sábado.

O Tricolor ainda não revelou o time para o clássico, porém Bauza já confirmou que também optará por um time misto.

Veja Mais:

  • Romero foi bastante participativo no primeiro tempo, mas 'sumiu' na etapa final

    Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi expulso após dar solada no atleta adversário

    Fiel não perdoa, e Rodriguinho beira nota zero em eliminação do Corinthians na Argentina

    ver detalhes
  • Rodriguinho deixou El Cilindro sem conversar com a imprensa

    Rodriguinho pede desculpas ao elenco por expulsão, mas opta pelo silêncio na zona mista

    ver detalhes
  • Adauto falou com a imprensa na saída do estádio El Cilindro

    Diretor do Corinthians detona arbitragem na Argentina: 'Verdadeiros artistas'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes