Atraso de Balbuena fez Corinthians correr contra o tempo para evitar multa da Conmebol

Atraso de Balbuena fez Corinthians correr contra o tempo para evitar multa da Conmebol

Por Meu Timão

Se Balbuena não fosse regularizado na CBF nesta segunda, Timão teria de pagar multa para inscrevê-lo na fase de grupos da Libertadores

Se Balbuena não fosse regularizado na CBF nesta segunda, Timão teria de pagar multa para inscrevê-lo na fase de grupos da Libertadores

Foto: Divulgação

O Corinthians viveu uma segunda-feira agitada em seus bastidores. Ainda sem contar com a documentação regularizada do zagueiro Fabián Balbuena, a direção do clube precisou correr contra o tempo para evitar uma multa imposta pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) no valor de US$ 10 mil (cerca de R$ 40 mil).

O regulamento da Copa Libertadores da América exige que as equipes participantes enviem a relação dos inscritos 48 horas antes da partida de estreia – no caso do Timão, até o fim desta segunda. Entretanto, por volta das 19h30, a cúpula alvinegra ainda não havia divulgado os 30 jogadores que estarão à disposição de Tite durante a competição sul-americana.

A ideia da comissão técnica era inscrever Balbuena a tempo. Caso não fosse possível, o jogador paraguaio poderia ser inscrito somente nas oitavas de final, perdendo as seis partidas válidas pela primeira fase do torneio – ou, como explicado acima, mediante ao pagamento da taxa: “Os clubes que enviarem (...) as listas de jogadores depois do prazo estabelecido poderão fazê-lo prévio pagamento da multa estabelecida (...)”, diz o regulamento.

Apesar do pouco tempo, o Corinthians teve sucesso nas tratativas e, após firmar contrato por três temporadas com Balbuena, o inscreveu na Libertadores. O jogador de 24 anos teve sua documentação regularizada na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), firmou vínculo até dezembro de 2018 com o Timão e está entre os relacionados para a disputa do torneio continental.

Leia o trecho do regulamento que determina multa caso o Timão atrasasse o envio da relação de inscritos

“Os clubes que enviarem, por intermédio de suas associações nacionais, as listas de jogadores depois do prazo estabelecido poderão fazê-lo prévio pagamento da multa estabelecida e sempre que as listas sejam apresentadas à CONMEBOL vinte e quatro horas antes que sua equipe disputar sua primeira partida. Para a habilitação deste clube, o clube ou a Associação Nacional deverá pagar uma multa de USD 10.000 (DEZ MIL DÓLARES).”

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes