'Caso Vitinho' deve terminar mal para Corinthians, sinaliza advogado

'Caso Vitinho' deve terminar mal para Corinthians, sinaliza advogado

Por Meu Timão

Vitinho fez estagiário no Manchester City no ano passado

Vitinho fez estagiário no Manchester City no ano passado

Foto: Divulgação / Corinthians

O Corinthians deve "ficar na mão" no que diz respeito ao imbróglio envolvendo o jovem Victor Moura, de apenas 16 anos. O Timão, que perdeu o prazo para propor um contrato profissional à "joia" das categorias de base, quer ser ressarcido em R$ 8 milhões caso o atleta deixe o clube. João Henrique Chiminazzo, advogado do jogador, contudo, argumentou, em entrevista ao portal Uol, que Vitinho não deve nada ao Alvinegro do Parque São Jorge.

"Hoje ele é um jogador livre. Acabou o contrato de formação, o Corinthians não fez o contrato profissional e não pode pedir indenizações", disse.

"O clube formador, se cumprir diversos requisitos, tem direito de fazer o primeiro contrato profissional a partir dos 16 anos. O Corinthians tinha até 4 de janeiro para mandar uma proposta, o que não fez. O Corinthians simplesmente perdeu esse prazo", completou.

A data citada acima por Chiminazzo diz respeito ao vencimento do contrato de formação de Vitinho com o Corinthians. Como o prazo expirou, os agentes do jogador entendem estarem livres para negociar o atleta com qualquer equipe do Brasil. O Timão somente ofereceu um contrato profissional três semanas após o fim da data limite.

Supostamente livre para negociar com outras equipes, Vitinho busca contrato com alguma agremiação nacional para disputar competições de base (ou até mesmo profissionais) enquanto não completa 18 anos. O atleta já tem costurado um acordo com o Manchester City, da Inglaterra, onde deve jogar quando completar a maioridade.

Internamente, conselheiros e até mesmo pessoas ligadas à diretoria do Corinthians veem o caso com maus olhos. Andrés Sanchez, que deixou o cargo de superintendente de futebol do clube e, em tese, não teria mais nenhuma ligação com o Timão, chegou a pedir a demissão dos responsáveis pela provável perda de Vitinho. Ao menos para a imprensa, o presidente Roberto de Andrade tenta manter a calma e o otimismo acerca do caso.

"O assunto ainda não está resolvido. Eu gosto muito de lembrar que todos aqueles que falam do contrato. O contrato tem dois lados. Não adianta o atleta não querer e o Corinthians querer. Estamos ainda conversando para ver e fazer o novo contrato dele", explicou o mandatário alvinegro em entrevista concedida na noite dessa segunda à Fox Sports.

Veja Mais:

  • Corinthians novamente contará com bom público na Arena

    Em nova parcial, Corinthians ultrapassa marca dos 30 mil ingressos contra o Patriotas

    ver detalhes
  • Meia brincou com previsão sobre o rival em seu Instagram

    Em nova provocação, Jadson ri de previsão feita por amigo sobre Corinthians e Palmeiras; veja

    ver detalhes
  • Clayton será titular nesta quarta-feira contra o Patriotas

    TV Globo exibe Corinthians e Patriotas apenas para dois estados; confira

    ver detalhes
  • Corinthians empatou com Patriotas em 1 a 1 no jogo de ida, na Colômbia

    Com escalação alternativa, Corinthians pega Patriotas para seguir na Sul-Americana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes