Tite minimiza altitude e logística difícil e ressalta qualidade do Cobresal

Tite minimiza altitude e logística difícil e ressalta qualidade do Cobresal

Por Meu Timão

Tite pregou respeito ao adversário após vitória na estreia da Libertadores

Tite pregou respeito ao adversário após vitória na estreia da Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Para enfrentar o Cobresal, nesta quarta-feira, o Corinthians encarou uma logística difícil e teve que jogar na altitude de 2.600 metros da cidade de El Salvador. Ao ser questionado se esses fatores prejudicaram sua equipe, Tite preferiu destacar a qualidade dos chilenos.

“O nosso problema não era a altitude, era a qualidade do adversário, a qualidade técnica individual, o ritmo que ele impõe no jogo. São suas jogadas de combinação porque já tem uma equipe entrosada. Sabia que era muito difícil vencer aqui, que teríamos que fazer um jogo de adaptação para essas circunstâncias todas”, afirmou o treinador corinthiano.

Clube de menor expressão do Grupo 8 da Copa Libertadores, o Cobresal era desconhecido por muitos, inclusive jogadores corinthianos chegaram a afirmar que não conheciam muito sobre o adversário na véspera da partida desta quarta-feira. Em mais uma prova de respeito, o técnico respondeu jornalista chilenos na coletiva de imprensa dizendo que seus atletas desconheciam algumas informações do oponente porque muitos dados são passados por ele e pela comissão técnica no dia do confronto.

“Claro que sei que o Cobresal jogou seis jogos na Libertadores e foi sua primeira derrota. E nós sabíamos também do grau de dificuldade e da qualidade que o Cobresal tinha. Só pra informar a vocês, eu não passei antes para os atletas todas as informações do Cobresal, quando vocês lá no aeroporto perguntaram para o Lucca e para outros jogadores, porque eu sempre deixo a cada partida municiar de informações”, disse Tite, destacando o respeito do Alvinegro pelo adversário de estreia.

"Mas eu já sabia da dificuldade, por ter sido jogador e jogado, eu sei o grau de dificuldade. Essas informações todas nós passamos e sabíamos o grau de dificuldade e o respeito que nós tínhamos pelo Cobresal. E passando pelo respeito que nós tivemos que conseguimos vencer”, concluiu.

Veja Mais:

  • Pablo voltou a sentir dores na coxa e precisou deixar o gramado quarta-feira

    Pablo é diagnosticado com lesão e se torna desfalque do Corinthians

    ver detalhes
  • Clayson pode ser titular contra o Fluminense, mas outros estão no páreo.

    Sem Carille, definição do time titular do Corinthians no Rio é adiada

    ver detalhes
  • Pablo para por até seis semanas no Corinthians

    Médico do Corinthians explica lesão de Pablo e nega relação com contratura

    ver detalhes
  • Carille vive dia complicado nesta sexta-feira

    Carille sofre perda familiar, e Corinthians se solidariza com nota de pesar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes