Irmão de Romero 'peita' torcida do próprio clube e dá exemplo de civilidade na Libertadores

Irmão de Romero 'peita' torcida do próprio clube e dá exemplo de civilidade na Libertadores

Oscar Romero é jogador do Racing, da Argentina

Oscar Romero é jogador do Racing, da Argentina

Foto: Site oficial do Racing

Irmão gêmeo do corintiano Ángel Romero, Oscar Romero deu um belo exemplo na última quarta-feira, em jogo válido pela Libertadores. O jogador do Racing, da Argentina, "peitou" a torcida do próprio clube em combate a cantos xenófobos que estavam sendo entoados durante partida contra o Bolívar, da Bolívia, pela Libertadores.

Parte da torcida argentina cantava uma música que ofende bolivianos e paraguaios. O cântico, na verdade, é uma referência da torcida do Racing aos fãs do Boca Juniors. Na Argentina, estima-se que boa parte dos imigrantes (dos quais paraguaios e bolivianos são maioria) torcem para o Boca.

Durante o cântico, Oscar ficou claramente irritado, se dirigiu à torcida e colocou o dedo em riste em frente à boca pedindo silêncio. O restante dos torcedores presente no estádio do Racing aplaudiu o gesto do jogador.

Vale lembrar que Oscar Romero foi sondado pelo Corinthians em 2014, pouco após Ángel ser contratado. O paraguaio então recém-chegado ao Timão fez lobby pelo irmão, mas a diretoria alvinegra não chegou a um acordo com o Cerro Porteño, que acabou negociando o atleta ao Racing.

Veja Mais:

  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Gabriel foi assunto no pós-jogo do Majestoso deste domingo

    Gabriel pede desculpas à torcida do São Paulo; Carille diz que chamará atenção do volante

    ver detalhes
  • Gol - São Paulo 1x1 Corinthians - Brasileirão 2017

    VÍDEO: Gol - São Paulo 1x1 Corinthians - Brasileirão 2017

    ver detalhes
  • Clayson foi protagonista de empate do Timão fora de casa

    Clayson sobre o gol contra o São Paulo no Morumbi: 'Foi o mais importante da minha carreira'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes