Corinthians assume ter retomado negociações com a Caixa

Corinthians assume ter retomado negociações com a Caixa

Por Meu Timão

Caixa pode voltar a ser patrocinadora do Corinthians

Caixa pode voltar a ser patrocinadora do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Depois do fim do vínculo do patrocínio com a Caixa Econômica Federal, o Corinthians assumiu que retomou as negociações com o banco para uma provável renovação de contrato.

A informação foi confirmada pelo diretor financeiro do clube, Emerson Piovesan, nesta terça-feira.

"A negociação com a Caixa está sendo tratada pelo Roberto de Andrade. Tínhamos parado com a negociação, voltamos, estamos tentando com eles. O valor é do clube, não da arena. O caso do patrocínio é coisa ligada diretamente ao clube", afirmou em entrevista à Rádio Bandeirantes.

A não renovação havia sido definida no final de fevereiro quando o contrato chegou ao fim. O Corinthians pediu um valor mais alto do que o que já era pago pelo banco - R$ 30 milhões.

Com a retomada das conversas, a expectativa é que um acordo entre as partes consiga um valor mais alto de contrato, podendo também incluir a propriedade da barra da camisa por mais R$6 milhões.

Sem patrocinadora master desde o final do mês passado, o Corinthians conta com os patrocínios da Tim, WinnerPlay e Special Dog para ajudar nas finanças do clube.

Veja Mais:

  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes
  • Leandro Damião pode trocar Flamengo pelo Corinthians em 2017

    Corinthians inicia conversas por centroavante do Flamengo, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes