Em meio a rodízios, Cássio se coloca à disposição para todos os jogos do Timão

Em meio a rodízios, Cássio se coloca à disposição para todos os jogos do Timão

Por Lucas Mariano

Sem se preocupar com desgaste, Cássio se colocou à disposição de Tite para todos os jogos

Sem se preocupar com desgaste, Cássio se colocou à disposição de Tite para todos os jogos

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Neste início de temporada, o Corinthians vem conciliando duas competições: a Copa Libertadores e o Campeonato Paulista. Para lidar com a grande sequência de jogos em um curto período de tempo, Tite vem adotando o rodízio para evitar o acúmulo de desgaste de seus jogadores. No entanto, Cássio garante que não faz questão de entrar nesse sistema e se colocou à disposição do treinador para todos os jogos.

“As vezes que eu não joguei foi o Tite que não me colocou (risos). Deixei claro que eu queria jogar todos, é importante para o goleiro. A gente vai evoluindo, crescendo. Não temos desgaste igual jogadores de linha, mas eu pretendo não ficar de fora de mais nenhuma partida”, afirmou o goleiro, em tom descontraído, após participar de um evento beneficente no Parque São Jorge na tarde desta segunda-feira.

Cássio jogou 11 dos 14 jogos oficiais do Corinthians no ano. Em dois deles, ele ficou de fora por conta de um edema na coxa. Com o desfalque, Matheus Vidotto ganhou a vaga e fez sua estreia como profissional. Já a última vez que não foi escalado como titular foi na partida contra o Botafogo-SP, no dia 13 de março, na qual Walter foi o escolhido por Tite e pôde jogar pela primeira vez na temporada.

Esperando não voltar ao banco de reservas, o goleiro, que quase deixou o clube no início do ano, também falou em fazer ainda mais história com a camisa do Timão.

“O tempo que eu ficar no Corinthians espero buscar títulos. Acho que na historia, eu, junto com Ronaldo Giovanelli, sou o goleiro que mais ganhou títulos jogando como titular. Se eu conseguir mais um, consigo mais um objetivo. Vai passando os anos e você vai vendo a história que constrói no clube. Acredito que tenham muito títulos pela frente e que eu possa ficar o maior tempo possível no Corinthians”, comentou.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes