Gaviões da Fiel protesta contra Capez na Assembleia Legislativa

Gaviões da Fiel protesta contra Capez na Assembleia Legislativa

Por Meu Timão

Gaviões da Fiel faz protesto na Assembleia Legislativa em São Paulo

Gaviões da Fiel faz protesto na Assembleia Legislativa em São Paulo

Foto: Divulgação / Gaviões da Fiel

A principal torcida organizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel, está protestando contra Fernando Capez (PSDB) na frente da Assembleia Legislativa de São Paulo nesta quinta-feira.

Um grupo de cerca de 100 torcedores deixou a quadra da torcida por volta das 13h e se dirigiu ao local, que fica na região de Moema, em São Paulo. O grupo está em frente a assembleia, presidida por Capez, com uma faixa com os dizeres: "CPI da merenda já".

Fernando Capez está sendo investigado pela operação Alba Branca, sobre o desvio de merendas escolares em colégios estaduais. Nesta semana, dez suspeitos foram presos na operação. Capez segue sendo investigado.

O presidente da Assembleia é um antigo inimigo das torcidas organizadas. Há anos, Capez tenta fechar as organizadas alegando que elas causam violência no futebol.

Desde que o nome dele foi envolvido na Alba Branca, a Gaviões da Fiel passou a fazer protestos frequentes. Faixas contra o "ladrão de merenda" são levadas em todos os jogos do Timão. Essa, porém, é a primeira vez que a torcida vai até a Assembleia protestar.

Veja Mais:

  • Rodriguinho marcou dois e deu assistências para um: que dia!

    Com Rodriguinho inspirado, Corinthians atropela a Ponte Preta e encaminha título do Paulistão

    ver detalhes
  • Todo o grupo do Corinthians foi bem avaliado pela Fiel

    Rodriguinho é destaque, mas Fiel aprova atuação do grupo todo do Corinthians em Campinas

    ver detalhes
  • Gabriel está fora da partida de volta da final do Paulistão

    Corinthians perde dois jogadores titulares para decisão na Arena

    ver detalhes
  • Pottker acertou cabeça de Gabriel

    Pottker agride jogador do Corinthians e gagueja ao falar sobre o lance; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes