Edu Gaspar confirma favoritismo do Timão contra Red Bull, mas pede foco no trabalho

Edu Gaspar confirma favoritismo do Timão contra Red Bull, mas pede foco no trabalho

Por Meu Timão

Edu afirma que Timão é favorito contra o Red Bull

Edu afirma que Timão é favorito contra o Red Bull

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com 11 vitórias, dois empates e duas derrotas, o Corinthians garantiu a liderança da classificação geral da primeira fase do Campeonato Paulista. Diante desses números, Edu Gaspar, gerente de futebol do clube, foi realista e disse que o Timão pode ser apontado como favorito nas quartas de final. Porém, ressaltou que a equipe deve manter na partida decisiva o desempenho apresentado nas últimas rodadas.

“Não podemos negar o favoritismo devido aos números apresentados na primeira fase. Fizemos um bom campeonato, fomos o primeiro na pontuação geral, porém isso não nos dá garantia de vitória contra o Red Bull. Então é continuar focado no nosso trabalho e apresentar o futebol que apresentamos ao longo da primeira fase”, disse Edu ao FOX Sports.

Em tabela divulgada pela Federação Paulista de Futebol nesta segunda-feira, ficou definido que o Corinthians enfrentará o Red Bull Brasil, no próximo domingo, às 16 horas, na Arena. Para Edu, a data é boa, já que depois de muito tempo o Timão poderá ter uma semana inteira para treinar.

“Dentro do domingo, para nós, foi uma data bacana, falando em termos técnicos. Conversamos com a comissão técnica durante a semana e eles também enxergaram que domingo seria uma data importante para nós devido ter uma semana completa de treinamentos, que não tivemos durante um bom tempo. Então vamos aproveitar ao máximo para entrar muito bem contra Red Bull, depois Libertadores, depois, se Deus quiser, uma sequência ainda mais dura no Campeonato Paulista e também na Libertadores”, disse o dirigente.

Com o jogo no domingo, o Corinthians tem a semana cheia para trabalhar, algo que não acontecia há dois meses. O jogo, no entanto, pode ter mudanças apesar da confirmação da FPF. Também nesta segunda-feira, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que pedirá para a partida ser alterada devido às possíveis manifestações contra e a favor ao impeachment da presidente Dilma Rousseff que devem ser realizadas no domingo.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes