Ainda sem treinar, Rodriguinho deve seguir como desfalque no sábado

Ainda sem treinar, Rodriguinho deve seguir como desfalque no sábado

Por Lucas Mariano

1.4 mil visualizações 37 comentários Comunicar erro

Rodriguinho não esteve à disposição de Tite nos últimos três jogos do Corinthians

Rodriguinho não esteve à disposição de Tite nos últimos três jogos do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A expectativa era de que Rodriguinho pudesse voltar a ficar à disposição de Tite na partida deste sábado, contra o Red Bull, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. No entanto, o meia sequer voltou a treinar com o grupo e deve seguir como baixa no primeiro duelo de mata-mata da equipe na temporada.

Rodriguinho sentiu dores pela primeira vez na partida contra o São Bernardo, na qual foi substituído devido a um desconforto na coxa logo após marcar seu segundo gol no jogo. Por conta do incômodo, foi poupado contra o Ituano, mas voltou a campo contra a Ponte Preta.

Voltando a sentir dores, o meia novamente retornou ao departamento médico, onde segue fazendo tratamento. Fora dos gramados, ele já foi desfalque nos confrontos contra Palmeiras, Cerro Porteño e Novorizontino.

Com a lesão que o impede de jogar, Rodriguinho teve interrompido um de seu melhores momentos no Timão e virou desfalque justamente no momento em que o time contou com a volta de Elias. Com o retorno do camisa 7, o meia iria ter que mostrar bom futebol para continuar sendo opção e teria Guilherme como principal concorrente à vaga no meio de campo.

Ao ser questionado se a volta de Rodriguinho o pressionava, Guilherme deixou a decisão de quem joga nas mãos de Tite e mostrou foco no trabalho.

“Isso aí é mais do Tite. Por mim tanto faz, eu vou procurar fazer o meu trabalho. Não vejo ameaça. Acho que é bom para a gente manter o alto nível. Não só o Rodriguinho, como o próprio Alan e outros jogadores que podem jogar na função. Acho que a gente tem que estar trabalhando e buscar o alto nível”, disse o meia.

Em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava nesta quarta-feira, Bruno Henrique também comentou sobre a concorrência entre os dois meias e evitou dar sua opinião sobre quem deve ser o titular.

“São dois grandes jogadores. Acho que o Tite sempre preza isso de sempre ter dois ou ate três jogadores da posição competentes para jogar no momento que for. Quem jogar dos dois com certeza vai encaixar no time. Acho que quem ganha com isso é só o Corinthians porque os dois são grandes jogadores, já estão adaptados e a gente só tem a ganhar”, destacou o volante.

Veja Mais:

  • Matheus Mathias, que já fez testes no Corinthians, tem 1,87m e 72kg

    Matheus Mathias terá trabalho especial de força muscular no Corinthians à lá Ronaldo no PSV

    ver detalhes
  • Atuação de Romão em derrota para Ponte Preta preocupou comissão técnica

    Após contratar Juninho, Corinthians busca novo lateral-esquerdo no mercado; Carille explica

    ver detalhes
  • Timão levou gol bizarro em Campinas e só empatou com Red Bull

    Defesa bate cabeça, e Corinthians tropeça diante do Red Bull em noite de gols contra

    ver detalhes
  • Renê Júnior (à dir.) fez sua estreia como titular e deixou boa impressão

    'Salva' de tropeço, dupla corinthiana empata na escolha do craque da partida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes