Uendel diz que medo ajudou o Corinthians a vencer o Red Bull

Uendel diz que medo ajudou o Corinthians a vencer o Red Bull

Por Meu Timão

Uendel ressaltou importância do medo na partida deste sábado

Uendel ressaltou importância do medo na partida deste sábado

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Apesar do placar elástico de 4 a 0 contra o Red Bull Brasil, o lateral-esquerdo Uendel assumiu que o Corinthians teve medo de enfrentar a equipe de Campinas antes da partida.

O lateral contou que foi justamente esse medo que ajudou a equipe a entrar em campo e mostrar superioridade durante toda a partida.

"Foi um jogo em que a gente se preparou muito. Eu até estava comentando com o Diego Sacoman que a gente fez vitória porque a gente tinha medo. Não é um medo que assusta, é um medo que prepara. A gente viu vídeos deles desde segunda-feira, a gente fez dever de casa para chegar hoje e botar tudo em prática", afirmou.

O Red Bull Brasil tinha feito uma boa campanha na primeira fase, com destaque para o fato de não ter perdido para nenhum dos times grandes - Palmeiras, Santos e São Paulo.

Na Arena Corinthians, porém, a história foi diferente e o Timão garantiu a classificação para a semifinal do Paulistão. O adversário ainda depende do resultado dos outros dois jogos da competição.

Veja Mais:

  • Clayson está na mira do Corinthians, que cogita emprestar terceiro jogador ao clube de Campinas

    Corinthians estuda emprestar jogador à Ponte Preta por contratação de Clayson

    ver detalhes
  • Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

    Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes
  • Timão empatou com rival São Paulo e carimbou passaporte à finalíssima

    Classificação do Corinthians à final do Paulistão rende recorde de audiência à Globo

    ver detalhes
  • Fiel promete lotar Arena para empurrar Corinthians rumo ao título paulista

    Corinthians inicia venda de ingressos para final e dá orientação a inadimplentes

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes